Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Ator do Disney Channel é sentenciado por assédio sexual de menores

Ator da série Andi Mack é sentenciado a dois anos de prisão por assédio sexual de menores.

@helograssi | Publicado em 07/06/2022, às 12h52

Ator do Disney Channel é sentenciado por assédio sexual de menores - Reprodução/Internet
Ator do Disney Channel é sentenciado por assédio sexual de menores - Reprodução/Internet

O ator Stoney Westmoreland, que participou do seriado Andi Mack, que vai ao ar no Disney Channel foi sentenciado a dois anos de prisão por crimes sexuais envolvendo um menor de idade. Após cumprir sua sentença, o ator passará mais dez anos supervisionado e deve ser registrado como um predador sexual, precisando manter distância de escolas e outros ambientes com menores.

O ator foi preso em dezembro de 2018, na cidade de Salt Lake City, Utah. Ele foi preso por assediar sexualmente um menor de idade. Enquanto o estado queria prendê-lo por 10 anos, os advogados do ator conseguiram diminuir drasticamente a pena. O ator, que também atuou no seriado Scandal, terá que cooperar com a polícia em buscas em seu telefone, computador e demais aparelhos eletrônicos, além de uma análise completa por seus e-mails e redes sociais.

Westmoreland é proibido de entrar em contato com qualquer pessoa menor de 18 anos de idade sem a supervisão de um adulto. Em 2018, o ator foi preso por usar o aplicativo de pegação gay Grindr para iniciar uma conversa de um garoto de apenas 13 anos de idade. O perfil era falso, criado pela polícia de Salt Lake City, onde o programa da Disney é gravado.

De acordo com a polícia, o ator mandou um carro de um aplicativo de carona para a localização do suposto garoto, para que pudesse levá-lo ao seu quarto de hotel. A polícia também reportou que ele enfiou fotos de cunho sexuais durante a conversa, e pediu para que fotos fossem mandadas também.

Stoney Westmoreland alega que acreditava que a pessoa com quem ele estava conversando era um adulto, que estava fazendo um ‘roleplay’ no qual era uma criança. O seu advogado disse: “Senhor Westmoreland mantém o argumento no qual ele acreditava que estava falando com um adulto interessado em fazer um ‘roleplay’ de criança. Se um menor de idade tivesse chegado no local, ele teria ido embora.”


A batalha judicial de Johnny Depp e Amber Heard finalmente chegou ao fim: apesar de Depp vencer o processo como um todo, o júri decidiu que, no final das contas, ambos difamaram um ao outro. Neste LIVE IS DEAD! gravado antes do veredito, Fernanda Soares e Ademir Correa discutem a conturbada relação do ex-casal. Quem está certo e quem está errado? Na era das narrativas existe, de fato, mocinhos e vilões? Dá o play!


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER