Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Star Wars: Ewan McGregor defende colega de ataques racistas dos fãs

Estrela de Star Wars, Ewan McGregor, defende Moses Ingram dos ataques racistas.

@helograssi | Publicado em 03/06/2022, às 12h24

Star Wars: Ewan McGregor defende colega de ataques racistas dos fãs - Getty Images
Star Wars: Ewan McGregor defende colega de ataques racistas dos fãs - Getty Images

O ator Ewan McGregor, conhecido por estrelar clássicos como Moulin Rouge e Big Fish, é o protagonista do novo lançamento da Disney+, Obi Wan Kenobi. A série acompanha o personagem Obi Wan Kenobi, da saga Star Wars, durante os filmes A Vingança do Sith e Uma Nova Esperança. No entanto, o ator não teve papas na língua na hora de denunciar o racismo de grande parte dos fãs de Star Wars.

A sua colega de elenco Moses Ingram foi atacada duramente pelos haters, devido a cor retinta de sua pele. O ator de 51 anos ficou revoltado em um vídeo publicado pela conta oficial de Star Wars no Twitter nesta terça-feira (31). Confira:

 "Parece que alguns fãs decidiram atacar Moses Ingram online, enviando-lhe as mensagens diretas mais horrendas e racistas. Eu ouvi algumas delas nesta manhã e isso partiu meu coração” ele iniciou o vídeo.

Moses é uma atriz brilhante, é uma mulher brilhante e está absolutamente incrível nesta série. Ela traz muito para a série; ela traz muito para a franquia. Simplesmente me deu um nó no estômago ouvir que isso estava acontecendo. Só quero dizer, como ator principal e produtor-executivo da série, que nós estamos do lado de Moses. Nós amamos a Moses. E se você estiver enviando mensagens de bullying, você não é um fã de Star Wars para mim. Não há espaço para racismo neste mundo. E estou totalmente do lado de Moses.”

A fanbase de Star Wars, por anos, tem sido marcada por pessoas racistas, misóginas e homofóbicas, que atacaram uma boa parte de seu elenco. A atriz Daisy Ridley, nova protagonista da saga, foi amplamente criticada, assim como John Boyega, um homem negro. A atriz Kelly Marie Tran, asiática, também já sofreu os ataques, assim como Oscar Isaac, ator latino que insistiu que seu personagem poderia ter uma relação homossexual.


A batalha judicial de Johnny Depp e Amber Heard finalmente chegou ao fim: apesar de Depp vencer o processo como um todo, o júri decidiu que, no final das contas, ambos difamaram um ao outro. Neste LIVE IS DEAD! gravado antes do veredito, Fernanda Soares e Ademir Correa discutem a conturbada relação do ex-casal. Quem está certo e quem está errado? Na era das narrativas existe, de fato, mocinhos e vilões? Dá o play!


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER