Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

A Mulher da Casa Abandonada: Margarida Bonetti dá versão surpreendente dos fatos

Margarida Bonetti dá versão surpreendente dos fatos, pela primeira vez, no último episódio do podcast A Mulher da Casa Abandonada

@nicolybastos_| Publicado em 20/07/2022, às 13h19 - Atualizado em 27/07/2022, às 14h07

A Mulher da Casa Abandonada: Margarida Bonetti dá versão surpreendente dos fatos - Reprodução
A Mulher da Casa Abandonada: Margarida Bonetti dá versão surpreendente dos fatos - Reprodução

O episódio final do podcast A Mulher da Casa Abandonada, apresentado pelo jornalista Chico Felitti, chegou nas principais plataformas de áudio nesta quarta-feira (20). Pela primeira vez, Margarida Bonettiprotagonista da história, fala ao repórter sobre ter mantido uma mulher em condições análogas à escravidão por 20 anos. 

Ela se defende das acusações trabalhadas ao longo de sete episódios e sustentadas por informações do FBI, congressistas e advogados. Ela alega que tudo não passou de um complô para fazer os Estados Unidos aprovarem uma lei de proteção à empregadas domésticas e famílias estrangeiras. 

Chico Felitti conversou com a mulher por duas horas e afirma que existem contradições entre o discurso dela e as provas recolhidas pelo FBI. Muitas. Abaixo, algumas das declarações de Margarida Bonetti 👇

Margarida nutre relação com Rene Bonetti?

A mulher afirma que, além de não saber do que ele fazia com a empregada, se divorciou dele em 2007.

"Esse homem não é meu marido. Eu me divorciei desse homem por causa dessa porcariada toda. Dessa imundice toda, tá? Porque eles pensam que a pessoa que é casada com alguém que fez algumas coisas, que ela sabe do que ele está fazendo e tudo e eu não sabia de nada do que ele fazia, tá? Eu não sabia". A data da separação coincide com o ano final da pena de Rene.

O que diz Margarida Bonetti sobre as agressões à empregada?

"Eles criaram um personagem. Esse pessoal todo, todos eles que criaram esse rolo aí, eles tinham um interesse, e eu gostaria que você pesquisasse isso, até seria muito, muito interessante para a veracidade dessa situação e pra saber no que deu esse negócio. Você sabe por que tudo isso começou? Essa história? Eles pegaram dois bobos, três bobos. Que era ele, eu e a moça lá, a senhora, né?"

Existe uma máfia de advogados, um grupo grande com interesses financeiros de que fosse aprovada uma lei para que as empregadas que viessem do Brasil e de outros países… Porque na época eles criaram outros assuntos, outros problemas com outras empregadas de outros países para conseguir fazer isso. Eu não posso dizer sobre os detalhes, mas eu sei desse, né? E aí eles criaram essa coisa toda, essa imundice, inventaram um monte de coisas e é por isso que eu faço questão de falar com você. Porque eu quero que você saiba o que foi inventado.

Margarida sustenta a tese de que foi tudo um complô contra ela e o ex-marido. Quando perguntada sobre o contato com a ex-empregada, ela nega que tenha algum e ainda a chama de "traidora e mentirosa" após ficar sabendo que a vítima não quer nenhum contato com ela. No entanto, afirma que sempre considerou a senhora de 85 anos, a qual escravizou, como uma amiga. "Amiga de infância".

E o tumor da empregada, comprovado pelos médicos?

Margarida afirma que o tumor era completamente benigno e que não negou atendimento médico à empregada.

"Uma mulher, principalmente as negras, isso foi me dito, que as mulheres de raça negra têm maior tendência a ter esse negócio, entendeu? Na barriga. E ele é alimentado então pelos vasos sanguíneos e pelos hormônios femininos da mulher. Quando a mulher entra na menopausa, aquilo regride e vai embora sozinho. Mas no caso dela, atendimento médico, isso daí é fundamental, é importantíssimo, você vai ver o absurdo da história… Ela foi atendida medicamente lá, foi levada ao médico lá pra ver isso direitinho e ela não queria se operar de jeito nenhum. Devido a esse fato que eu acabei de te contar, que quando a pessoa vai ficando mais velha, né, os hormônios param de alimentar o tal do tumor e ele regride."

Chico Felitti relembra que o tumor que a empregada tinha era um fibroma uterino, formado por células que crescem descontroladamente. A Justiça americana também afirmou que eram sete tumores, sendo o maior deles, do tamanho de uma bola de futebol. Os tumores que a vítima tinha podem causar dor, anemia, infertilidade e hemorragia. E não, não estavam regredindo.

Se é inocente, por que Margarida foge tanto do FBI e nunca voltou aos Estados Unidos?

Margarida inclui problemas de saúde para explicar que não pode viajar até lá, mas que chegou a conversar com o FBI.

"Olha, então, já que eu não posso ir…. Eu estou com esse sangramento. E já que vocês não podem adiar essa coisa aí, que vocês tem que me escutar, né?" Aí eu falei "O senhor pode falar comigo agora no telefone. Eu respondo o que o senhor quiser." E aí ele me entrevistou por telefone. E eu falei as coisas do jeito que era, entendeu? Falei. No final do telefonema esse senhor falou pra mim: "Olha, a senhora me surpreendeu. Porque nunca vi ninguém que viesse atrás do FBI para poder conversar como a senhora fez comigo. Porque todo mundo foge da gente." Ele falou. "Mas a senhora tomou a iniciativa, mesmo estando sangrando e tudo, de explicar a situação que não pode vir aqui, né, aqui nos Estados Unidos. Então a senhora me ligou".

No episódio final, Bonetti ainda fala mais sobre a ida aos Estados Unidos e outros detalhes das condições que submeteu uma mulher por 20 anos. 


HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER