Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Mulher da Casa Abandonada: irmã dá declaração inédita sobre crime de Bonetti

Mulher da Casa Abandonada inocente? Irmã de Margarida Bonetti está apresentando depoimentos com versão diferente sobre os crimes cometidos

@nicolybastos_| Publicado em 14/07/2022, às 13h21 - Atualizado em 16/07/2022, às 17h11

Mulher da Casa Abandonada: irmã dá declaração inédita sobre crime de Bonetti - Reprodução
Mulher da Casa Abandonada: irmã dá declaração inédita sobre crime de Bonetti - Reprodução

A irmã de Margarida Bonetti dá depoimentos inéditos sobre os crimes cometidos pela mulher da casa abandonada. Desta vez, ela afirmou que a mulher mantida por bonetti em regime escravocata, na verdade gostava da família e era sim, muito bem tratada.

Rosa Vicente de Azevedo prestou depoimento junto à Polícia Civil de São Paulo nesta segunda-feira (11) em inquérito que apura se Margarida foi vítima de abandono de incapaz e se teria algum distúrbio psiquiátrico. Os documentos foram obtidos pelo UOL.

"Margarida nunca teve nenhum tipo de desavença com sua secretária do lar [como ela se referiu a mulher mantida em condições análogas à escravidão]. Muito pelo contrário, pois sempre se deram muito bem e [Margarida] a tinha como um membro de sua própria família", disse a mulher no depoimento.

Investigações feitas nos Estados Unidos mostram que a vítima, que tem seu nome preservado, possuía jornadas que passavam de 12 horas diárias, trabalhava sem receber remuneração e não tinha acesso à geladeira, que ficava trancada, para que ela não consumisse alimentos dali. A mulher também tinha negado acesso à assistência médica. Além disso, era constantemente agredida por Margarida.


O CRIME DE MARGARIDA BONETTI

Com o sucesso de A Mulher da Casa Abandonada, podcast do jornalista Chico Felitti para a Folha de S. Paulo, veio à tona um crime cometido nos Estados Unidos há décadas. Margarida Bonetti e seu marido, Rene Bonetti, mantiveram uma empregada doméstica em condições análogas à escravidão, durante 20 anos.
René foi condenado a seis anos de cárcere, pagou indenizações e hoje mora em Virgínia, Estados Unidos, trabalhando como engenheiro. Margarida voltou ao Brasil e se escondeu na mansão dos pais. A mãe morreu, a casa deteriorou, e lá segue ela com sua estranha pomada branca no rosto.
Bonetti segue até hoje sem condenação: acordos internacionais dificultam processos contra brasileiros que cometem crimes no exterior, já que as leis divergem entre si. Mesmo na lista de foragidos do FBI, Margarida Bonetti será dificilmente presa, uma vez que o crime já prescreveu a mais de dez anos.

HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER