Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Depp vs Heard: júri já chegou ao veredito; saiba quando será divulgado

O júri já chegou a uma decisão sobre o longo caso de Depp vs Heard

@nicolybastos_| Publicado em 27/05/2022, às 17h17 - Atualizado em 01/06/2022, às 15h23

Após 50 dias, o veredito do caso Johnny Depp e Amber Heard - Getty Images
Após 50 dias, o veredito do caso Johnny Depp e Amber Heard - Getty Images

Após quase dois meses de julgamento e alguns dias de deliberação, o veredito do midiático processo de difamação movido pelo ator Johnny Depp contra a ex-mulher e também atriz Amber Heard está finalmente entre nós. O júri decidiu nesta quarta-feira (1 de junho), após 50 dias de testemunhos, apresentações de provas e alegações, se Amber Heard difamou ou não Johnny Depp em seu artigo publicado no The Washington Post em dezembro de 2018. O resultado será divulgado às 16h, no horário de Brasília

Espera-se que os advogados de cada lado se reúnam em breve no tribunal em Fairfax County, Virgínia, para ouvir a decisão do júri. Os jurados, cinco homens e duas mulheres, começaram a deliberar na tarde da última sexta-feira (27) e foram solicitados a decidir se Heard ou Depp difamaram um ao outro em declarações sobre seu relacionamento.

As informações foram divulgadas pela revista Variety.

RELEMBRE

Depp processou Amber por um artigo publicado pela atriz no The Washington Post em dezembro de 2018, no qual ela se descreveu como "uma figura pública que representa o abuso doméstico"; apesar de o nome de Johnny não ter sido mencionado, ele pediu US$ 50 milhões de indenização. Heard, por sua vez, apresentou uma contra-acusação, exigindo US$ 100 milhões, sob alegações de ter sofrido "violência física e abuso desenfreados".


ALEGAÇÕES FINAIS

Em sua alegação final, na última sexta-feira (27), Elaine Bredehoft, advogada de Amber Heart, afirmou que a ação judicial iniciada por Johnny Depp gerou uma campanha de "humilhação global", o que transformou a vida da atriz em "um puro inferno". Benjamin Chew, da equipe legal de Johnny, rebateu dizendo que, embora o ator não seja um "santo" e tenha tido problemas com drogas e álcool, "ele não é um abusador violento". 



HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER