Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

FLDS ainda existe? Como está a seita em 2022?

Rezar e Obedecer é o novo documentário que explora mais de uma seita assustadora. Mas e hoje em dia, a FLDS ainda existe?

@nicolybastos_| Publicado em 07/07/2022, às 17h04 - Atualizado em 09/07/2022, às 18h18

FLDS ainda existe? Como está a seita em 2022? - Divulgação
FLDS ainda existe? Como está a seita em 2022? - Divulgação

A FLDS ainda existe? A Netflix mergulha na história da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (FLDS) em sua mais nova produção intitulada Rezar e Obedecer. A série documental é responsável por narrar a ascensão do líder da seita, Warren Jeffs, como um profeta autoproclamado. Também aborda como ele supostamente acumulou cerca de 80 esposas, muitas delas menores de idade. 

Após o documentário revelador, ficam dúvidas se a FLDS ainda existe e como estaria a situação da seita em 2022. Em mais um deep dive, HFTV te conta tudo sobre o andamento atual da organização.


COMO ESTÁ A SEITA EM 2022? 

Aparentemente a FLDS ainda existe hoje e Warren Jeffs ainda é considerado o líder da seita religiosa ou profeta. “Temos evidências de que ele continua a dirigir as operações diárias da igreja”, disse Sean Keveney, advogado do Departamento de Justiça dos EUA, aos cineastas da produção, em 2018. Keveney acrescentou que isso inclui "excomungar indivíduos e direcionar quais mulheres devem ser colocadas com quais cuidadores".

O rancho Yearning for Zion (YFZ), onde tudo acontecia, foi oficialmente apreendido pelas autoridades do Texas em abril de 2014. No entanto, em 2021, o KOTA informou que um complexo da FLDS havia sido desenterrado no condado de Custer.

Além disso, o xerife Marty Mechaley compartilhou que este estava sendo a partir daí liderado pelo irmão de Jeffs, Seth, e tinha cerca de 20 membros. A propriedade foi ordenada judicialmente para ser colocada à venda em fevereiro de 2021 e acredita-se que tenha sido comprada por ex-membros que deixaram a FLDS.

Ex-membros da FLDS também afirmam que a seita ainda existe no documentário de sucesso da Netflix, e um deles é Lola Barlow“Três de nós estão fora. O resto ainda está dentro. Eu poderia simplesmente dirigir até a casa deles e falar com eles, mas eles não falam comigo."

No entanto, as informações não estão totalmente claras e fundamentadas. “Ex-membro aqui. A igreja em si não existe mais, mas ainda existem pequenos grupos tentando mantê-la viva”, escreveu um usuário do Reddit.

Após a prisão de Jeffs em 2006, uma denúncia anônima alegando abuso sexual de crianças levou a polícia a invadir o Rancho Ansioso por Zion em abril de 2008. O rancho foi pensado para ser a segunda sede da FLDS, localizada perto de Eldorado, Texas. Mais de 400 crianças foram detidas, mas depois foram devolvidas aos pais por ordem judicial.

De acordo com o The Salt Lake Tribune, o estado do Texas apreendeu a propriedade em abril de 2013 e, a partir de 2018, o residente de longa data J.D. Doyle disse que os prédios estavam todos vazios e o governo estava apenas “deixando-o apodrecer”.

Enquanto isso, a mansão de 44 quartos de Jeffs em Short Creek foi abandonada e depois comprada por uma das ex-esposas de Jeffs, Brielle Decker. De acordo com o The Guardian, Decker agora usa a mansão como refúgio para outras mulheres que fogem da FLDS, bem como para aquelas que lidam com problemas de uso indevido de substâncias.


QUAL SERIA O ATUAL LÍDER DA FLDS?

Um homem chamado Wendell Loy Nielson se candidatou para ser o novo presidente da igreja em 2010, mas em 2012, ele foi considerado culpado de bigamia e condenado a 10 anos de prisão. Então, o irmão de Jeffs, Lyle, parecia assumir o controle, mas em 2016, Lyle Jeffs, com 11 membros de alto escalão da FLDS, foi preso e acusado de fraude e lavagem de dinheiro.

Enquanto aguardava julgamento, Lyle conseguiu escapar de sua tornozeleira eletrônica, mas foi preso em Yankton, Dakota do Sul, quase um ano depois, após um informante anônimo o ver morando em seu carro. Ele foi condenado a 57 meses de prisão em dezembro de 2017.

Nenhum outro líder apareceu publicamente desde então.

O destino da FLDS permanece incerto”, escreveu o centro The Southern Poverty Law Center (SPLC), que designou a FLDS como um grupo de ódio. “Há algumas evidências de que Warren Jeffs continua liderando o grupo da prisão, mas surgiram relatos de um memorando no qual ele renuncia à sua posição de profeta.

Há provavelmente esposas que ainda são leais a Jeffs, de acordo com o Deseret News, enquanto outras alegam que Jeffs ainda governa da prisão. Como concluiu o SPLC, “é perfeitamente possível que o grupo saia dessa luta atual fortalecido e mais isolado do que nunca”.

A série da Netflix explica que as mulheres criadas na FLDS são ensinadas que desobedecer ao Profeta, seus maridos, sua família e a igreja arruínam suas chances de salvação após a morte. Jeffs, em particular, aumentou o controle sobre seus seguidores com regras cada vez mais rigorosas e sermões mais temerosos e intensos.

No entanto, Rezar e Obedecer revela que uma das principais consequências de deixar a FLDS inclui a perda de contato com amigos e familiares. Ao mostrar isso, o documentário explica como deixar a FLDS pode se tornar quase impossível. Além de ameaçar os adeptos com condenação eterna por deixar a igreja, os membros da FLDS enfrentam essa punição mais concreta de serem afastados de todos que amam.


POR TRÁS DO FLDS

Na seita liderada pela família Jeffs, as mulheres eram doutrinadas para, desde a infância, acreditarem que deveriam servir os homens, se casarem e aceitarem práticas abusivas. Na adolescência, elas eram forçadas a se casarem com homens mais velhos, sob constantes ameaças e discursos que pregavam o medo.

Além de imagens inéditas das comunidades da igreja nos Estados Unidos, a série também conta com depoimentos de mulheres que sobreviveram à seita. Uma delas foi Elissa Wall, que conta que, aos 14 anos, foi obrigada a se casar com um primo mais velho, e frequentemente sofria abusos sexuais. “Eu pedi, implorei para não fazerem isso. E o Warren disse: você acredita saber mais do que o Profeta? Está me questionando ou questionando a Deus?”, conta Elisa em documentário.


CRÍTICA

Além de conquistar o público, Rezar e Obedecer também vem agradando os especialistas. No Rotten Tomatoes, a série conta com 91% de aprovação da crítica e 92% dos leitores.

A série documental mostra a ascensão de Warren Jeffs na Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e o chocante caso criminoso contra ele. 

"Esta cativante série sobre o culto de Warren Jeffs parece um filme de terror", disse o Chicago Sun. No IMDb, a nota é 7,4 e o número reúne mais de seis mil reviews reunidas pelo site especializado em TV e cinema. "Difícil de assistir, mas importante" e "Inacreditável" são algumas das descrições dos usuários da plataforma.   

Você assistiu Rezar e Obedecer, da Netflix?

  • Sim e gostei!
  • Sim e não gostei...
  • Não, mas quero!
  • Não, e nem quero...

HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER