Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

As referências nas músicas de Lana Del Rey

Livro de Vladimir Nabokov, hotel Chateau Marmont e mais: descubra as referências por trás de algumas músicas da artista!

@rafaelapaiiva | Publicado em 25/05/2022, às 08h00

As referências nas músicas de Lana Del Rey - Crédito: Reprodução
As referências nas músicas de Lana Del Rey - Crédito: Reprodução

Considerada uma das maiores cantoras e compositoras de sua geração, Lana Del Rey conquistou milhares de fãs com sua estética nostálgica e canções poéticas. Repletas de referências, as músicas da artista refletem suas paixões e influências — que vão desde obras clássicas da literatura até a astros de Hollywood. Pensando nisso, HFTV lista as referências presentes em algumas canções da nossa “sad girl” favorita! Confira:  


LOLITA

Em Off To The Races, faixa do álbum Born To Die, Lana faz referência ao livro “Lolita”, de Vladimir Nabokov, usando uma das frases mais famosas da obra do escritor russo na letra da canção: “Light of my life, fire of my loins”. O polêmico livro narra o amor obsessivo de Humbert Humbert, um homem de meia-idade, por Dolores Haze, apelidada de Lolita, uma jovem de 12 anos. A obra também foi inspiração da música “Lolita”, nomeada com o apelido da personagem. 


EASY RIDER

Na música Freak, do álbum Honeymoon, Del Rey canta: “Sun reflecting in your eyes, like an ‘Easy Rider’”. A frase faz referência ao filme Easy Rider (1969), de Dennis Hopper. O longa, que conta a história de dois motoqueiros que viajam pelo sul dos Estados Unidos, se tornou um marco da contracultura por mostrar o tráfico de drogas e os jovens rebeldes da época. 


JAMES DEAN 

Em Blue Jeans, um dos grandes sucessos da cantora, Lana fala sobre uma paixão por homem que se parecia com James Dean, fazendo referência direta ao eterno galã de Hollywood: “It was like James Dean, for sure”. A faixa faz parte do álbum Born To Die


WALT  WHITMAN

Logo no início de Body Electric, Lana Del Rey cita Elvis Presley e Marilyn Monroe, artistas que influenciam o trabalho de Lana. “Elvis is my daddy, Marilyn’s my mother”. A música também é uma grande referência ao poeta Walt Whitman, que aparece diretamente na canção: “Whitman is my daddy”. Um dos poemas de maior sucesso do escritor estadunidense se chama "I Sing the Body Electric", frase que aparece no refrão da música. 


CHATEAU MARMONT

O Hotel mais famoso — e polêmico — de Los Angeles é uma citação constante nas músicas de Lana Del Rey, assim como podemos ver em Off To The Races:“Likes to watch me in the glass room bathroom, Chateau Marmont”. O hotel também é citado nas músicas “Elvis” e “Heavy Hitter”. Queridinho das celebridades, o Chateau Marmont é cenário de alguns dos maiores escândalos do show bizz. 


LOU REED

O cantor Lou Reed é citado em Brooklyn Baby: “Well, my boyfriend’s in a band, he plays guitar while I sing Lou Reed”. Lou Reed é considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos, ele fundou a banda The Velvet Underground, produzida pelo famoso artista da Pop Art, Andy Warhol.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER