Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

“Glamour italiano doloroso” e “busca por provas da insurreição”: as falas mais estranhas de Lady Gaga para a Vogue

... seja lá o que isso quer dizer!

@chboskyyy | Publicado em 04/11/2021, às 13h03

Imagem “Glamour italiano doloroso” e “busca por provas da insurreição”: as falas mais estranhas de Lady Gaga para a Vogue

Prestes a estrear mundialmente como a Patrizia Reggiani de House of Gucci, Lady Gaga é capa das edições Itália e Inglaterra da revista Vogue. Entre poses com figurinos de alta-costura, a cantora/atriz concedeu uma entrevista ao jornalista Giles Hattersley e entregou exatamente o que a gente gosta: falas extravagantes, é claro.

HFTV selecionou algumas das melhores!

👇👇👇

"Não importa o que eu vista, eu vou sempre servir glamour italiano doloroso".

(Whatever I wear, I will be serving painful Italian glamour from within).

"Eu vivi como Reggiani por um ano e meio. E eu falei com sotaque durante nove meses. Atrás das câmeras. Eu nunca abri mão. Eu fiquei com ela".

(I lived as [Reggiani] for a year and a half. And I spoke with an accent for nine months of that. Off camera. I never broke. I stayed with her).

"Era quase impossível falar com o sotaque quando eu estava loira. Eu imediatamente tive que pintar o meu cabelo."

(It was nearly impossible for me to speak in the accent as a blonde. I instantly had to dye my hair)

"Eu não sei se as pessoas sabem isso sobre mim, mas se eu não fosse quem eu sou hoje, eu seria uma jornalista de guerra. Esse era um dos meus sonhos". 

(I don’t know if people know this about me, but if I weren’t who I am today, I would have been a combat journalist. That was one of my dreams).

"Quando eu estava no Capitólio, um dia antes da inauguração, eu me lembro de andar e procurar evidências da insurreição".

(When I was at the Capitol, the day before the inauguration, I remember walking around and looking for evidence of the insurrection). 

Na última quinta-feira (28), House of Gucci ganhou um novo, desta vez explorando o perigoso romance de Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani. Com cenas inéditas, o vídeo é embalado por Sweet Dreams (Are Made Of This), do Eurythmics. O filme chega ao Brasil em 25 de novembro. 

Dirigido por Ridley Scott (Alien e Blade Runner), o filme marca a volta de Lady Gaga aos cinemas, após estrelar Nasce Uma Estrela, que lhe garantiu o Oscar de Melhor Canção Original. Também estão no elenco Adam Driver, dando vida a Maurizio Gucci, e outros grandes nomes: Jared Leto, Salma Hayek, Al Pacino e Tom Ford

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

House of Gucci é baseado na história de Patrizia Reggiani, ex-mulher de Maurizio Gucci, membro da família fundadora da marca italiana Gucci. Patrizia conspirou para matar o marido em 1995, contratando um matador de aluguel e outras três pessoas, incluindo o terapeuta. Ela foi considerada culpada e condenada a 29 anos de prisão. Quase três décadas de amor, traição, decadência, vingança e assassinato, o filme revela a importância e poder que o nome Gucci carrega.


Já escutou nosso podcast LIVE IS DEAD? O tema da semana é HAVEN'S GATE