Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

20 anos de Legalmente Loira: 7 segredos dos bastidores do clássico de Reese Witherspoon

Há 20 anos, chegava ao Brasil "Legalmente Loira", filme que apresentou Reese Witherspoon ao mainstream

@isafrasinelli | Publicado em 09/11/2021, às 16h53

Reese Witherspoon em cena de "Legalmente Loira" - Divulgação/ MGM Distribution Co.
Reese Witherspoon em cena de "Legalmente Loira" - Divulgação/ MGM Distribution Co.

Há exatos 20 anos, a história de Elle Woods chegava aos cinemas brasileiros com o icônico Legalmente Loira. O filme estrelado por Reese Witherspoon é destacado até hoje na cultura pop e teve um impacto tão grande que resultou em uma continuação da trama em 2003, além do terceiro longa com a atriz que está previsto para chegar em 2022.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Para celebrar a data e exaltar este clássico das comédias românticas dos anos 2000, separamos aqui 7 curiosidades que talvez você não saiba sobre o filme. 

+ 55 anos de Star Strek: descobertas surreais dos bastidores do clássico geek
+ Courtney Love, Nirvana e RuPaul: a história por trás da foto mais icônica do VMAs
+ Abertura icônica de Drew Barrymore em "Pânico" quase cancelou o filme!

1. ELLE WOODS DA VIDA REAL

Amanda Brown a é americana que inspirou a história de Legalmente Loira. A romancista compartilhou em um livro como foi estudar na Escola de Direito de Stanford e não se adaptar ao ambiente. Tais experiências foram a base do universo cor-de-rosa de Elle Woods na ficção!

Outra curiosidade envolvendo a trajetória de Brown é que Stanford foi a primeira universidade escolhida para ser retratada no longa. Contudo, quando a equipe do projeto entrou em contato com a instituição para solicitar que as gravações acontecessem por lá, a faculdade recusou, pois não queria que sua imagem fosse manchada pelo filme. A Universidade de Chicago também foi cotada e negou o pedido.

No caso de Harvard, a universidade não permitiu as filmagens em seu campus, mas autorizou o uso do nome da instituição na produção. O projeto acabou sendo gravado na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), Universidade do Sul da Califórnia (USC) e no colégio Rose City em Pasadena. 

2. QUASE REESE WITHERSPOON NÃO FOI A PROTAGONISTA… 

Você sabia que Reese Witherspoon não foi a primeira escolha para a intérprete de Elle? Por mais difícil que seja pensar no longa sem a atriz, outros nomes foram cotados nas escolhas de elenco.

Entre as estrelas que quase protagonizaram o filme está Tori Spelling (Barrados no Baile). Após a atriz ter recusado o papel, Christina Applegate (Dead To Me) foi a próxima a ser considerada, mas acabou negando a oportunidade por não querer interpretar um papel muito próximo ao que teve em Um Amor de Família (1987).

Katherine Heigl, Gwyneth Paltrow, Alicia Silverstone e Charlize Theron também foram convidadas para estrelar a produção antes de Witherspoon, que foi selecionada após o diretor Robert Luketic ter acompanhado a atuação da atriz em Eleição (1999). 

3. CLÁUSULA NO CONTRATO SOBRE... OS FIGURINOS!

Falando sobre Reese, a estrela aceitou viver a protagonista com uma cláusula um tanto quanto curiosa em seu contrato: de que ela poderia ficar com todos os figurinos da personagem!

Ao total, são mais de 60 looks do guarda-roupa de Elle Woods, incluindo 77 pares de sapatos da Jimmy Choo, que a atriz guarda até hoje! “Não toquei nas peças até o 15º aniversário [do filme] e depois me diverti muito experimentando os looks com minha filha”, disse em uma entrevista ao programa de Graham Norton em 2019 (via Metro). 

4. CRUSH DE MATTHEW DAVIS NOS BASTIDORES

Matthew Davis já revelou que tinha uma queda por Selma Blair! Os atores davam vida a Warner Hungtinton III e Vivian Kensington, que estudavam juntos em Harvard e estavam noivos. O casal foi formado pouco tempo após Warner terminar o namoro com Elle Woods.

A declaração do ator foi feita em 2017 ao News.com.au, quando ele admitiu que gostava da atriz, mas na época ela namorava outro ator (Jason Schwartzman): “Eu com certeza amava e adorava Selma. Eu desenvolvi uma paixão por ela na época, mas ela estava com outra pessoa - eu acho que ela estava namorando aquele cara do filme ‘Rushmore’, mas ele vinha e eu ficava, tipo, ‘quem é esse cara?’”

5. DO PAPEL HIGIÊNICO A "OVESTRE"

Algumas cenas marcantes de Legalmente Loira foram inspiradas em histórias reais! Um exemplo disso é o vídeo de admissão da protagonista em Harvard, quando ela tenta demonstrar como incorpora a lei em sua vida a partir de uma votação sobre o papel higiênico na irmandade. Karen McCullah Lutz, roteirista do filme, escreveu tal momento se baseando em suas vivências de irmandade na Universidade James Madison.

Outra situação que também nasceu a partir de fatos reais foi a sugestão de Enid Wexler (Meredith Scott Lynn) de criar a palavra “ovestre”. A personagem explica como a palavra “semestre” remete a “sêmen” e, por isso, quer fazer uma petição para mudá-la para algo com a ligação a “ovário”. Este momento nasceu a partir de uma experiência de Brown em Stanford! 

6. "BEND AND SNAP" QUASE TOMOU UM RUMO DIFERENTE

A icônica sequência do bend and snap quase foi um grande número musical do longa. Oi? Isso mesmo! A ideia original do diretor era trazer para a cena algo mais exagerado e com mais música.

Anos depois, pudemos ter um pouco dessa visão no clipe de thank u, next, de Ariana Grande

7. FINAIS ALTERNATIVOS

“Nós conseguimos”: essa frase marca o final icônico de Elle Woods se formando na turma de 2004. Contudo, outras conclusões foram cogitadas para a trama! Em entrevista ao New York Times, Jessica Cauffiel, intérprete de Margot, revelou que um dos finais alternativos trazia a sugestão de um romance entre Elle e Vivian.

“O primeiro final era Elle e Vivian no Havaí em cadeiras de praia, bebendo margaritas e de mãos dadas. A insinuação era que elas eram melhores amigas ou tinham ficado juntas de forma romântica”, disse a atriz. Alanna Ubach, que viveu Serena, também contou que se lembra desse final alternativo. Já imaginou?

Outra cena que quase concluiu a história foi um beijo entre Elle e Emmett (Luke Wilson), seu namorado no fim do longa. Porém, esse final não caiu bem em uma transmissão teste do filme que foi feita previamente com o público. “As pessoas não queriam que terminasse com um beijo. Eles pensaram que não era uma história sobre Elle conseguir um namorado”, afirmou a roteirista Kirsten Smith na mesma entrevista.

Ao comemorar os 20 anos do projeto nas redes sociais, Reese Witherspoon mostrou o momento do beijo que acabou sendo descartado. Na publicação, a atriz ainda celebra o longa e diz que este foi o “maior papel” da sua vida.

"Minha nossa, pessoal. Legalmente Loira estreou há 20 anos! O tempo voa quando você está ocupada usando jargão legal em sua dia a dia. Mas, honestamente, ter interpretado a Elle Woods foi o maior papel da minha vida e eu estou honrada de ter compartilhado a história dela com todos vocês. Todo meme, capelo de graduação, número musical, fantasia de halloween e ‘bend and snap’ me trouxe tanta alegria nas últimas duas décadas... Eu me pergunto, o que Elle vai aprontar a seguir?"

Olha só!


LIVE IS DEAD! #5 está no ar e o episódio da semana traz um papo sobre o culto dos cultos: Heaven's Gate — escute a gente no Spotify ou dê o play abaixo para conferir: