Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Mulher acorda de coma e choca com indicação bizarra do culpado

Mulher acorda de coma dois anos depois com revelação impressionante do verdadeiro culpado - não identificado até então. Confira!

@nicolybastos_| Publicado em 19/07/2022, às 18h21

Mulher acorda de coma e choca com indicação bizarra do culpado - Reprodução
Mulher acorda de coma e choca com indicação bizarra do culpado - Reprodução

Wanda Palmer foi deixada para morrer em junho de 2020 perto de Cottageville, West Virginia. Tal incidente a deixou em coma até algumas semanas atrás - quando acordou e indicou o culpado, até então desconhecido. E a revelacão foi nada menos do que chocante. 

"Grandes quantidades maciças de traumatismo craniano consistente com um machete ou machado tipo ferimento na cabeça", disse o xerife do condado de Jackson, Ross Mellinger sobre o ataque contra Wanda Palmer. “Ela estava inconsciente na época e tem estado praticamente assim desde então.”

Assim que acordou, a mulher identificou seu irmão, Daniel J. Palmer III, 55, de Cottageville, como a pessoa que a atacou. Após dois anos sem respostas, Mellinger disse que tudo agora está fechando o círculo das evidências.

“Isso é até raro”, disse Mellinger. “Acho que é um verdadeiro testemunho da perseverança e força da própria vítima. E é realmente disso que se trata. Ser forte o suficiente para perseverar e testemunhar em algo assim dois anos depois.”

De acordo com a queixa criminal, o Jackson County E991 Center recebeu uma ligação na manhã de 10 de junho de 2020, informando que os vizinhos de Wanda Palmer a encontraram em seu trailer “ferida e coberta de sangue”. Os policiais disseram que a encontraram “caída no sofá” e dizem que ela estava gravemente ferida e sem resposta. 

As autoridades descreveram os ferimentos de Wanda Palmer como parecendo que ela havia sido “esmurrada na cabeça e no rosto com um objeto que causou lacerações”. Ela foi levada para um hospital para tratamento e não conseguiu contar aos investigadores o que havia acontecido. A queixa afirma que Wanda Palmer permaneceu sem resposta.

A denúncia criminal afirma que Daniel Palmer havia sido inicialmente considerado um possível suspeito devido a uma “história prévia de violência” entre os irmãos. Os investigadores dizem que ele negou estar envolvido e disse que não estava na casa de sua irmã há dias antes do ataque. A queixa afirma, no entanto, que uma testemunha com quem os investigadores falaram afirmou ter visto Daniel Palmer na porta da frente do trailer de sua irmã por volta da meia-noite na noite do incidente.

Os investigadores dizem que trabalharam durante meses para eliminar possíveis suspeitos e gerar pistas, mas Wanda Palmer permaneceu sem resposta e incapaz de fornecer informações sobre o caso.

Depois da revelação, o irmão é acusado de tentativa de homicídio e ferimento malicioso em seu ataque. Ele está sendo mantido sob fiança de US$ 500.000.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇 

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY | NEWSLETTER