Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Membros do Menudo alegam abuso sexual e exploração em doc perturbador

Em novo documentário, membros do ex-grupo Menudo alegam abuso sexual e outros tipos de abuso

@hollywoodforever.tv | Publicado em 23/06/2022, às 18h47 - Atualizado em 24/06/2022, às 15h49

Membros do Menudo alegam abuso sexual e exploração em doc perturbador - Divulgação/HBO Max
Membros do Menudo alegam abuso sexual e exploração em doc perturbador - Divulgação/HBO Max

Uma das maiores boybands do mundo, Menudo foi um estouro que atingiu toda a América Latina. Foram 32 garotos, todos muito jovens, que fizeram parte das mais de três décadas de sua trajetória. Agora, anos após o término do grupo, surgem graves e inéditas alegações de abusos sexuais e psicológicos - todas por parte de seu criador, Edgardo Díaz.

+ Séries baseadas em crimes reais, da Netflix à HBO Max

Os relatos estão na nova série documental do HBO Max, Menudo: Forever Young, que estreou nesta quinta-feira (23). A produção relembra o surgimento do fenômeno em 1977, em Porto Rico, e como Díaz transformou a juventude em sua principal estratégia, substituindo os membros no momento em que completavam 16 anos. 

Um deles foi Angelo Garcia, que se juntou ao Menudo aos 11 anos e alega que foi estuprado durante toda a sua passagem pelo quinteto, entre 1988 e 1990. Ele dá detalhes do primeiro assédio sexual, que diz ter acontecido em um quarto de hotel, assim como outras situações de violência.  

Tudo o que eu me lembro é que eu desmaiei. Quando acordei, eu estava nu e sangrando, então eu sabia que havia sido penetrado. Eu tinha marcas de queimado no meu rosto por causa do tapete. Eu estava muito confuso e eu não entendia. Durante o meu tempo no Menudo, eu fui estuprado várias vezes e era esse o jeito que os predadores tiravam vantagem de mim.

Outros membros da ex-boyband também alegaram que sofreram assédios sexuais e psicológicos, além de uma rotina opressiva de trabalho. As negligências e explorações, dizem, aconteceram enquanto trabalhavam para Edgardo Díaz, descrito como o seu empresário, produtor e pai substituto. "Nós éramos os peões do seu negócio", disse Ray Acevedo, que esteve no Menudo entre 1985 e 1988. 

Díaz sempre negou qualquer tipo de abuso enquanto gerenciava o grupo. Também não respondeu aos pedidos de comentários e entrevistas para o documentário. Os quatro episódios de Menudo: Forever Young já estão disponíveis no HBO Max. Essa, aliás, não é a primeira produção que aborda os bastidores e segredos do grupo latino. Lançada em 2020 no Prime Video, Sobe na Minha Moto é uma série de ficção que relembra a explosão do Menudo jogando luz em Edgardo Díaz. Quem interpreta o empresário é o ator porto-riquenho Yamil Ureña.



HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER