Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Ex de Johnny Depp diz que ator a drogou antes do sexo

Ellen Barking, ex de Johnny Depp, deu detalhes (não tão amigáveis) da relação com o ator

@nicolybastos_| Publicado em 05/08/2022, às 12h21 - Atualizado às 14h20

Ex de Johnny Depp diz que ator a drogou antes do sexo - Reprodução
Ex de Johnny Depp diz que ator a drogou antes do sexo - Reprodução

O julgamento de Johnny Depp contra Amber Heard e seu resultado continuam sendo temas quentes de debate nas mídias sociais, especialmente após 935 páginas de documentos, verificados pelo site New York Post, mostrarem informações que ambos os lados tentaram apresentar como provas. O depoimento de Ellen Barkin no caso Johnny Depp foi revelado e os detalhes foram tornados públicos, trazendo revelações sobre o relacionamento dos dois.

A atriz de 68 anos namorou Johnny, 59, por alguns meses em 1997, depois que eles terminaram de filmar o filme Medo e Delírio, em Las Vegas. Ellen disse que teve um relacionamento platônico com Johnny, que acabou se tornando sexual.

Ele veio até mim na sala de estar da minha casa, me puxou para o colo dele e disse algo como ‘Ah, vamos lá, Ellen’ ou qualquer outra coisa. Eu protestei um pouco e depois – não muito”, afirmou ela (via Entertainment Tonight). “E foi isso.”

Ellen foi solicitada a esclarecer suas observações sobre como ela “protestou” e ela disse que não foi agredida. Em vez disso, “Ele me deu um Quaalude e me perguntou se eu queria f*der” - quaalude é um fármaco que atua como sedativo e hipnótico.

Durante o relacionamento, Ellen disse que via Johnny três ou quatro vezes por semana e que estava “sempre ciente” de que ele bebia demais. Ela disse que ele “estava bêbado o tempo todo… [ou] a maior parte do tempo” e que bebia vinho tinto.

Ele é verbalmente abusivo”, disse ela. “Houve apenas muitos gritos. Muita gritaria.

Ellen afirma que, enquanto ela estava em um quarto de hotel em Las Vegas com Johnny, ele teria atirado uma garrafa durante um momento acalorado, embora não tenha jogado nela.

Ele é apenas um homem ciumento, controlador; 'Onde você está indo? Quem você vai o quê? O que você fez ontem à noite?Eu tive um arranhão nas costas que o deixou muito, muito bravo porque ele insistiu que eu estava fazendo sexo com uma pessoa que não era ele”, disse ela.

Ellen deixou Johnny depois daquela noite em Las Vegas e nunca mais o viu até se encontrarem no Festival de Cinema de Cannes mais de uma década depois. Ela disse: “Ele me ligou do outro lado da sala. Ele me trouxe uma taça de champanhe. Sentamos nos degraus e conversamos e eu disse a ele o quão horrível ele havia me tratado".


EVIDÊNCIAS REPROVADAS

O material também revela que a equipe de Johnny Depp tentou apresentar fotos nuas de Heard como evidência, enquanto a equipe de Amber tentou sugerir que o ator estava tomando medicação para disfunção erétil - e que havia textos supostamente condenatórios que não podiam ser enviados para o julgamento.

De acordo com os documentos, a equipe de Heard alega que havia metadados inconsistentes nas inúmeras fotografias e gravações enviadas pelos advogados de Depp sobre os ferimentos que ele alegou ter sofrido - e o abuso verbal apresentado como prova.

Confira todos os detalhes aqui.


HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER