Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Carta amarga de John Lennon para Paul McCartney vai a leilão; detalhes

Uma carta amarga escrita por John Lennon para Paul McCartney vai a leilão. A carta foi escrita na época de maior atrito entre os Beatles.

@helograssi | Publicado em 05/08/2022, às 13h20

Carta amarga de John Lennom a Paul McCartney vai a leilão; detalhes - Reprodução/Internet
Carta amarga de John Lennom a Paul McCartney vai a leilão; detalhes - Reprodução/Internet

Se você é fã de Beatles e quer garantir um pedaço importante da história que envolve a banda mais famosa do mundo, você pode tentar garantir uma carta rara (e amarga) escrita por John Lennon para Paul McCartney em 1971. A carta, que escancara os problemas da dupla, está indo a leilão.

A carta de três páginas foi enviada ao músico em novembro de 1971, apenas dias após a publicação de McCartney para a revista britânica Melody Maker. Nessa revista, Paul falava um pouco sobre as dificuldades pessoais e artísticas após o fim dos Beatles. Suas palavras não agradaram Lennon, que não tardou a responder. 

A versão que está sendo leiloada é uma cópia da versão original, que o próprio músico entregou para Richard Williams, o pedido para que publicasse a sua versão dos fatos na mesma revista. O preço especulado pela peça é de 30 mil dólares.

CONTEÚDO DA CARTA

Além de chamá-lo de ingrato pelo dinheiro que a banda e sua gravadora, a Apple, lhe geraram, disse que ele não tomou nenhum lado durante a separação da banda e o chama de mentiroso. Na revista, McCartney disse que ele foi ameaçado pelos dois outros membros da banda, George Harrison e Ringo Starr, o que John alegou ser uma mentira.

Apesar do tom azedo, o guitarrista suplica ao outro para que se encontrem, desta vez sem a presença de advogados. Ele também pediu para que McCartney deixe suas esposas, Yoko Ono e Linda McCartney, fora desta intriga. Na mesma, ele ainda expõe a natureza co-dependente do seu relacionamento com Ono. Ele escreveu o seguinte: “Achei que você já tivesse entendido. Eu sou JOHN-E-YOKO”

Os dois músicos só fizeram as pazes quatro anos depois, em 1975.


HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER