Hollywood Forever TV
Busca
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Acusada de tráfico humano, Kat Torres é presa no Brasil

Kat Torres é presa aqui no Brasil! Confira mais detalhes de suas acusações

@nicolybastos_| Publicado em 22/11/2022, às 15h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Acusada de tráfico humano, Kat Torres é presa no Brasil - Getty Images
Acusada de tráfico humano, Kat Torres é presa no Brasil - Getty Images

Katiuscia Torres Soares, 34, conhecida como Kat Torres, foi presa em Minas Gerais sob suspeita de manter pessoas em condições análogas à escravidão nos Estados Unidos, entre outros possíveis crimes. O caso está sob segredo de justiça.

Kat Torres começou a ser investigada depois que parentes e amigos começaram a procurar uma jovem que havia sido levada para os Estados Unidos para morar com ela.

O caso gerou um boletim de ocorrência por suspeita de tráfico de pessoas e uma campanha nas redes sociais. Relatos semelhantes foram publicados em um site e reunidos pela advogada Gladys Pacheco, que representa cerca de 15 pessoas que se apresentam como vítimas de Torres.

Ela pediu dinheiro para resolver, de forma milagrosa e secreta, os problemas dessas vítimas”, explica Pacheco, que diz que os supostos atos da influenciadora podem configurar tráfico de pessoas, tortura e condição análoga à escravidão, favorecer a prostituição ou outras formas de exploração sexual, extorsão religiosa e charlatanismo.

Quem é Kat Torres, afinal? Ex-modelo está envolvida em polêmicas recentes, mas já esteve pela mídia outras vezes

Você provavelmente deve ter esbarrado em alguma publicação sobre meninas desaparecidas, aparentemente sendo mantidas por Kat. Há acusações de tráfico humano entre outras bizarrices. Letícia Maia Alvarenga e Desirrê Freitas teriam desaparecido no Texas, Estados Unidos, para onde se mudaram após promessas da guru Kat. 

"O Consulado-Geral do Brasil em Houston está em contato estreito com as autoridades policiais norte-americanas responsáveis pela investigação do caso. Aquela repartição consular permanece à disposição para prestar a assistência cabível às nacionais brasileiras e a seus familiares, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local".

Relatos dos familiares apontam que elas seriam vítimas de uma seita envolvendo tráfico humano e redes de prostituição. Entenda o caso completo aqui.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER
FACEBOOK | PODCAST | TIKTOK


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!