Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Kanye West defende Marilyn Manson e DaBaby e critica #MeToo

"É como se eles não pudessem cancelar todos nós”, disse Kanye West durante entrevista

@nic_bastos | Publicado em 08/11/2021, às 19h00

Divulgação // Getty Images
Divulgação // Getty Images

Kanye West não é Kanye West sem estar frequentemente metido em falas polêmicas. Dessa vez, durante uma entrevista (polêmica) ao podcast do Drink Champs, o dono do álbum Donda resolveu se manifestar sobre a polêmica em ter chamado DaBaby e Marilyn Mason para performar com ele no palco. Não contente, ele também criticou o movimento #MeToo.  

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Toda essa questão do MeToo… Tipo, quando me junto com Marilyn Manson e DaBaby logo depois que os dois foram cancelados, por cinco músicas, você sabe, é como se eles não pudessem cancelar todos nós”, disse. “Eles vão te bater com as acusações de alguém com quem você estava há 10 anos”, completou o rapper.

A polêmica se dá pelo fato de que DaBaby teve falas homofóbicas sobre portadores de HIV recentemente, enquanto Marilyn Mason tem várias acusações de estupro e assédio. Para completar, Kanye ainda deu o que parece uma última alfinetada no movimento #MeToo:

“E também, há mulheres que passaram por coisas realmente sérias, entraram em becos contra a vontade – isso é diferente de um abraço, mas é classificado como a mesma coisa. É poder e política. Você sabe, maníacos famintos por poder e apenas controle. Este é o controle da mente de 1984 em que estamos“, completou.

Confira a entrevista na íntegra 👇


LIVE IS DEAD! #5 está no ar e o episódio da semana traz um papo sobre o culto dos cultos: Heaven's Gate — escute a gente no Spotify!