Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Alec Baldwin pode tomar decisão drástica após acidente fatal em Rust

Em primeira entrevista após acidente fatal, Alec Baldwin contou detalhes sobre a tragédia

@isafrasinelli | Publicado em 03/12/2021, às 15h39

Alec Baldwin durante primeira entrevista após tragédia no set do filme "Rust" - Reprodução/ABC News
Alec Baldwin durante primeira entrevista após tragédia no set do filme "Rust" - Reprodução/ABC News

Pela primeira vez desde a tragédia no set de Rust,Alec Baldwin participou de uma entrevista para comentar o acidente que levou a morte de Halyna Hutchins. À ABC News, o ator afirmou que não se considera culpado pelo falecimento da diretora de fotografia, mas que continua muito frágil e considerando mudanças drásticas em sua carreira. 

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Baldwin disse que tem se questionado sobre seu futuro profissional, explicando que "não consegue se imaginar" voltando a segurar uma arma em um set de filmagens.

"Eu não dou a mínima para a minha carreira mais. Talvez ela tenha acabado."

"Talvez eu tivesse me matado se achasse que era realmente culpado, e não digo isso de forma leviana. Tenho sonhos com isso constantemente. Enfrento o meu dia, consigo chegar até o final, mas desabo quando chego e casa. Emocionalmente, desabo", também comentou Alec na entrevista. 

O ator conhecido por Os Infiltrados ainda revelou detalhes sobre questões técnicas do momento do acidente, ressaltando que não puxou o gatilho de arma que matou Halyna. "Eu mexi no cão da arma, porque era isso que eles precisavam que eu fizesse na cena. Eu puxei e falei [para Hutchins]: 'Está bom assim? Consegue ver?'", relatou. 

"Eu não tive a noção de que havia uma bala de verdade dentro da minha arma e ela tinha sido atingida até 45 minutos, uma hora depois. [...] Quando dei minha primeira declaração para a polícia, eles me disseram que ela não tinha sobrevivido. Só fiquei sabendo naquele momento", completou. 

Novos relatos da armeira da produção

A armeira Hannah Gutierrez-Reed foi questionada por investigadores que estavam tentando entender como balas reais foram introduzidas no set de Rust. Então, ela afirmou à polícia que carregou a Colt .45 com cinco balas falsas antes de parar para almoçar. Depois da refeição, a arma foi retirada de um cofre e a profissional acrescentou outra bala.

Pouco tempo depois, a fatalidade aconteceu. Nos novos depoimentos, a armeira admitiu que "não verificou muito bem" o revólver. "Estávamos com a arma o tempo todo antes disso, e não estava lá, e eles nem deveriam puxar o martelo da arma", disse.

Os promotores do caso continuam não descartando acusações criminais contra as pessoas envolvidas na tragédia de Rust, como Alec Baldwin e a armeira, que já respondem a pelo menos dois processos civis.


O novo episódio do LIVE IS DEAD! está no ar, trazendo um papo sobre a lenda urbana mais sinistra e maluca da deep web: SETEALÉM! Ouça abaixo: