Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão após crimes sexuais

R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão nos Estados Unidos após ser considerado culpado em 9 acusações federais, incluindo crimes sexuais e tráfico humano

@hollywoodforever.tv | Publicado em 30/06/2022, às 12h17 - Atualizado às 12h30

R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão após crimes sexuais - Getty Images
R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão após crimes sexuais - Getty Images

R. Kelly acaba de ser condenado a 30 anos de prisão nos Estados Unidos. A decisão acontece após ser considerado culpado em nove acusações federais, incluindo crimes sexuais e de mulheres e menores de idade. Foi nesta quarta-feira (29), no Tribunal Federal, Brooklyn, Nova York, que a juíza Ann M. Donnelly anunciou a sentença. As informações são do TMZ.

A condenação pelos crimes aconteceu em setembro de 2021, quando o rapper se recusou a dar declarações sobre o assunto. Com base na gravidade dos atos criminais de R. Kelly, os promotores federais recomendaram não menos que 25 anos de prisão. O julgamento, que teve início no final do último mais, durou pouco mais de um mês. 

R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão após crimes sexuais
R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão após crimes sexuais (Reprodução/TMZ)

NO TRIBUNAL…  

Segundo o relato do TMZ, os advogados de Kelly pareciam confiantes, já que as testemunhas de acusação eram maiores em relação as de defesa. A equipe jurídica do rapper chamou uma série de ex-funcionários que, sob juramento, atestaram que nunca o viram abusar de ninguém.  

Os promotores federais, porém, trouxeram testemunhas que apontaram furos nas alegações; alegaram que Kelly possuía um time de empresários, seguranças e assistentes que reuniam vítimas em potencial para os abusos. No tribunal, o rapper não chegou a ter a palavra.  

O RELATO DA VÍTIMA

O TMZ conversou com uma dessas vítimas, Lizzette Martinez, que disse haver indícios suficiente para atestar que Kelly tentou usar seu poder para “conseguir o que quer”. Também afirmou que “ele não não deve ter a chance de atacar mulheres novamente”. Além do julgamento no Brooklyn, R. Kelly ainda está enfrentando outros dois casos: um federal, em Illinois, e outro estadual, em Minnesota.


HFTV NAS REDES SOCIAIS

YOUTUBE | TIKTOK | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER