Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood

Com uma breve carreira em Hollywood, Peg Entwistle colocou um ponto final em sua vida próximo ao icônico letreiro

Rafaela Bertolini | Publicado em 06/05/2022, às 21h00

Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood - Foto: Wikimedia Commons
Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood - Foto: Wikimedia Commons

O letreiro de Hollywood é um dos pontos turísticos mais famosos de Los Angeles e um ícone que representa todo o luxo e fama da Cidade dos Sonhos. Mas você sabia que ele também foi local onde uma atriz cometeu suicídio?

Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood
Foto: Wikimedia Commons

Millicent Peg Entwistle nasceu no País de Gales e morou por grande parte da sua vida em Londres. Quando ainda era adolescente, Peg mudou-se na companhia de toda sua família para a América à bordo do S.S. Philadelphia. No entanto, um trágico acidente veio para mudar toda a sua vida: seu pai, que era ator, morrra atropelado em Nova York. Órfã, Peg e seus irmãos passaram a morar com seu tio, que era agente de um ator da Brodway chamado Walter Hampden.

Foi assim que Entwistle conseguiu emplacar a sua carreira no teatro tão cedo. Com apenas 17 anos, Peg já havia atuado em diversas peças da Brodway, mesmo que em papéis pequenos como uma personagem não creditada em Hamlet. Contudo, aos 18 anos, Peg emplacou seu primeiro trabalho creditado como Martha na peça "The Man from Toronto".

Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood
Foto: Wikimedia Commons

Foi assim que Peg Entwistle iniciou sua carreira que consistiria em 10 peças bem sucedidas e que chegariam a inspirar uma jovem Bette Davis, que assistiu a Entwistle da platéia e se motivou para virar uma atriz de teatro após o espetáculo. Mas com o tempo, a artista emplacou poucas peças que duraram por muito tempo, sendo que duas que lhe incluiam no elenco foram canceladas dias após sua estreia.

Ainda no mesmo ano do seu fracasso no teatro, Peg foi trabalhar no que seria seu único filme, o longa-metragem "Treze Mulheres", estrelado por Myrna Loy e Irene Dune, um thriller de grande orçamento produzido pela RKO onde Entwistle teria um papel secundário, mas muito importante para o enredo.

Carreira interrompida

Embora Peg tenha sido uma grande atriz do teatro, a depressão atrapalhou os sonhos da jovem mulher que em setembro de 1932 foi encontrada ao pé do Monte Lee sem vida. A testemunha que encontrou Entwistle disse que encontrou uma carta de suicídio aos pés da placa de Hollywood pouco antes de avistar o corpo estirado no chão.

“Eu tenho medo, sou uma covarde. Sinto muito por tudo. Se eu tivesse feito isso há muito tempo, teria economizado muita dor”

Assinada apenas com as iniciais "P.E.", a polícia não pode identificar o corpo e a única solução que eles encontraram foi de publicar a carta de suicídio na impresa, esperando que alguém conhecesse a assinatura. Por sorte, o tio de Peg apareceu na delegacia após o desaparecimento da sobrinha por dois dias e identificou o corpo.

Peg Entwistle: o trágico fim da atriz que assombra o letreiro de Hollywood
Foto: Reprodução

Peg Entwistle foi cremada e levada até o túmulo de seu pai em Ohio, onde permanece até hoje. Algumas pessoas relatam terem visto uma mulher trajada de vestido branco aos pés do letreiro de Hollywood, assim como Peg no dia de sua morte. Embora sua morte tenha sido trágica, a alma da atriz ainda permanece conectada com a história de Hollywood.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇 

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY | NEWSLETTER