Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Harry Styles: todas as músicas rankeadas, da pior à melhor

Equipe de entretenimento da Insider elencou todas as músicas de Harry Styles, da pior à melhor

@nic_bastos | Publicado em 01/02/2022, às 13h15 - Atualizado às 17h00

Reprodução
Reprodução

Em 1º de fevereiro, o ex-integrante do One Direction, aclamado solista e aficionado pela Gucci, Harry Styles completa 28 anos de idade. E para comemorar essa nova viagem do artista ao redor do sol, a equipe de entretenimento da Insider decidiu classificar todas as músicas de sua discografia solo.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Harry Styles lançou dois álbuns solo desde a separação do One Direction, sendo o segundo, Fine Line em 2019, indicado a vários Grammys. O primeiro álbum com o nome do cantor também foi bem recebido pela crítica e pelo público.

 Sign of the Times foi um bom sinal do que poderíamos esperar do solista Harry Styles? Concordamos com Stevie Nicks que Canyon Moon é sua melhor música? Onde o hit estrondoso Watermelon Sugar desembarca no ranking? Como diz o cantor em uma de suas canções icônicas, trate o ranking com bondade e já vai decidindo as suas favoritas 🍉🍒🍓

22. Treat People With Kindness

Não é ótima. Talvez não tenhamos entendido, mas talvez... seja apenas uma música ruim. Desculpe, Harry. — Courteney Larocca

21. Meet Me in the Hallway

Concentrando-se ostensivamente no rescaldo do fim de um relacionamento ("Apenas me avise, estarei na porta, na porta / Esperando que você volte") as letras rapidamente se tornam repetitivas, e Styles faz um desgosto contemplativo melhor em outras músicas — Libby Torres

20. Sign of the Times

Essa música é cheia de alma e emocionalmente pesada, e fala sobre aprender com nossos erros e perseverar mesmo nos momentos mais sombrios. De acordo com Styles, a música foi inspirada por uma jovem mãe que morreu após o parto que teve cinco minutos para dizer ao seu recém-nascido para "ir em frente e conquistar" - Kirsten Acuna

19. Fine Line

A apresentação de seis minutos pode começar um pouco lenta, mas apenas porque Styles embala esses seis minutos com uma experiência emocional caleidoscópica. Precisa de tempo para construir – e a música eventualmente floresce em um coro de trompas e tambores e harmonias espectrais. É uma despedida digna para um álbum tão íntimo - Callie Ahlgrim

18. She

O solo de guitarra escaldante no meio da música lembra artistas como Prince ou Led Zeppelin, e as letras de Styles ("Ela, ela vive em devaneios comigo / Ela é a primeira que eu vejo, e não sei porque ") capturam perfeitamente o poder frequentemente desconcertante que a paixão total pode ter sobre uma pessoa — Libby Torres

17. Canyon Moon

Talvez pareça um pouco estranho na primeira audição, mas com seus assobios alegres e pontadas de folk country, é um dos melhores bops de Styles - perfeito para uma viagem com amigos ou uma tarde ensolarada de verão na praia. A música é absurdamente fofa! É o favorito de Stevie Nicks no álbum! Caso encerrado. — Callie Ahlgrim

16. Carolina

Além de conter o que pode ser o detalhe mais interessante das curiosidades sobre as músicas de Styles (Harry Styles vai a encontros às cegas?) a faixa é edificante e, como Styles canta, "é tão bom". É tão alegre e cativante que a Rolling Stone até a nomeou a "música do verão" um ano inteiro após seu lançamento — Courteney Larocca

15. Sunflower, vol. 6

"Sunflower" não está tentando ser um single de destaque - é um ar fresco no álbum, embora talvez seja exatamente isso que a torna o tipo de música que você realmente não tocaria em loop para qualquer ocasião em particular. — Paige Di Fiore

14. Two Ghosts

Spencer Kornhaber para The Atlantic talvez tenha dito melhor - esta faixa "é um clássico country feito para a última dança de um baile". — Paige Di Fiore

13. Ever Since New York

Embora a música seja um pouco mais lenta e repetitiva para alguns gostos, ela está preparada para os apaixonados: "Oh, me diga algo que eu ainda não saiba", é uma letra favorita dos fãs para gritar com Styles quando ele toca a música ao vivo. — Callie Ahlgrim

12. Only Angel

A justaposição dos instrumentais suaves na frente da música, com o conto infundido de rock de uma mulher que Styles está tão ligado que o faz querer "morrer" quase faz parecer que você está ouvindo dois músicas diferentes... mas de alguma forma funciona. — Courteney Larocca

11. To Be So Lonely 

"To Be So Lonely" é um lembrete de que Styles, como todos nós, lidou com a sua parte do coração partido. — Libby Torres

10. Woman

"Woman" definitivamente não tem a profundidade lírica de algumas das outras músicas de Styles, mas ainda é, sem dúvida, um hit. — Libby Torres

09. Sweet Creature

"Sweet Creature" é uma das faixas mais folclóricas do álbum, com suas letras excessivamente simples e repetitivas e riffs de guitarra calmamente familiares - Paige DiFiore

08. Falling

Seu refrão é repetitivo e quase indulgente com suas perguntas constantes e "Estou caindo de novo, estou caindo de novo, estou caindo" - mas é salvo por linhas detalhadas e pungentes que transportam o ouvinte, como " E o café está no Beachwood Café e isso me mata porque eu sei que não temos mais o que dizer" — Paige Di Fiore

07. Kiwi

"Kiwi" é uma música de rock clássica e contundente onde realmente vemos Styles trabalhando os músculos na guitarra e é inegavelmente divertida de ouvir — Libby Torres

06. Golden

Apesar do som animado, "Golden" ainda consegue introduzir sorrateiramente os pensamentos mais torturados de Styles que percorrem o resto do álbum com a frase: "Eu não quero ficar sozinho quando terminar" — Courteney Larocca

05. Adore You

Eu realmente andaria no meio do fogo para chamar a atenção de Harry Styles, então estou feliz por ter uma música que parece retribuir o sentimento. "Adore You" também é uma das faixas mais animadas de "Fine Line", fornecendo uma dose muito necessária de vitalidade e um olhar sobre o lado mais brincalhão de Styles — Courteney Larocca

04. Watermelon Sugar

Sim, algumas pessoas pensam que é sobre "as alegrias do prazer oral mutuamente apreciado." Não, eu não vou comentar! Uma das alegrias de Styles evocando frutas ambíguas em sua música é como esses símbolos estão abertos a uma infinidade de interpretações. Deixe suas mentes vagarem onde quiserem! — Callie Ahlgrim

03. Lights Up

Com letras que celebram a liberdade, a autodescoberta e estar confortável na própria pele – incluindo algumas que parecem piscar para a possível estranheza de Styles – “ Lights Up" é o hino que um ícone fluido e da nova era como Styles merece. — Callie Ahlgrim

02. From The dining Table

Enquanto "Fine Line" é provavelmente uma destilação mais clara dos pensamentos de Styles sobre separações, "From the Dining Table" não pareceria deslocada nesse álbum. Muito parecida com as outras coisas em seu novo álbum, é uma ode maravilhosamente despojada a um amante do passado que é descarado em seus anseios. — Libby Torres

01. Cherry

"Cherry" é um clássico instantâneo que elevou a arte de Styles a novos patamares — Courteney Larocca