Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

PÂNICO | Curiosidades e segredos de bastidores da franquia mor do terror

Da escolha do elenco à cenas icônicas: as maiores curiosidades da franquia Pânico

@nic_bastos | Publicado em 12/01/2022, às 11h57

Cartaz promocional do primeiro Pânico (1996) - Divulgação
Cartaz promocional do primeiro Pânico (1996) - Divulgação

Pânico 5está finalmente quase entre nós. O quinto filme da franquia chega aos cinemas nesta quinta-feira (13), mesclando boa parte do elenco dos filmes antigos à novos talentos para a produção. Lançado em 1996, o primeiro filme Pânico, dirigido por Wes Craven foi um sucesso completo. Lotou todas as salas de cinema e não demorou nem um ano para ganhar uma continuação.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Com mais três filmes, o último lançado em 2011, a franquia se tornou simplesmente a maior de terror/ suspense e é um verdadeiro clássico do gênero. Agora, em 2022, pela primeira vez na saga, um filme de Pânico não terá Wes Craven na direção, já que o profissional faleceu em 2015. Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillertt, responsáveis por Casamento Sangrento (2019), dirigiram o longa inédito, o que anda despertando curiosidade para saber se o filme manterá o tom dos anteriores.

Enquanto esperamos ansiosamente pelo novo longa, que tal reviver alguns aspectos dos filmes antigos da saga? Para entrar no clima assustador e sangrento do Ghostface, HFTV separou algumas curiosidades e segredos dos bastidores da franquia que você pode não saber! 

Confira 👇 

BASEADO EM EVENTOS REAIS

Assim como em um bom filme de terror, o roteirista Kevin Williamson escreveu Pânico com base em uma história verídica. Ele se inspirou após assistir um documentário sobre um serial killer chamado Danny Rolling, conhecido como o Estripador de Gainesville. Em 1990, ele matou cinco estudantes universitários em Gainesville, na Flórida, após invadir o apartamento deles.


A ICÔNICA MÁSCARA 

Ghostface só é Ghostface com a máscara icônica que é um verdadeiro marco da cultura pop. O acessório do "vilão" ficou tão conhecido com os lançamentos do filme que é de se imaginar que ele se originou com o primeiro longa, certo? Errado! A máscara já existia antes do filme. Em 2015, a produtora Marianne Maddalena contou sobre isso ao Hollywood Reporter. Ela teria encontrado a máscara por acaso, em uma casa qualquer que visitava.

PÂNICO | Curiosidades dos bastidores da maior franquia do terror

Corri e mostrei à equipe e eles não compartilharam do meu entusiasmo. Eles tentaram esculpir outros como aquele porque não eram donos do original. Eventualmente, quando essas tentativas falharam, eles pegaram a máscara do Fun World e negociaram para incluí-la no filme", esclareceu.


O MARCANTE PAPEL DE DREW BARRYMORE

Drew Barrymore é a primeira pessoa do elenco que nos é apresentada à franquia, mas também a primeira que morre (rs). Na época, haviam grandes expectativas do público com a atriz no longa que foram rapidamente acabadas nos primeiros momentos do filme. Era sim para ela viver a protagonista, Sidney Prescott, mas por escolha da mesma, isso não aconteceu.

PÂNICO | Curiosidades dos bastidores da maior franquia do terror

Drew Barrymore já chegou a revelar que preferiu o papel de Casey justamente para deixar o telespectador ainda mais aflito. Pela lógica dela, se resolveram matar uma grande atriz de Hollywood logo no começo do filme, significaria que a equipe da obra do terror seria capaz de qualquer coisa. Dito e feito, né?


PROTAGONISMO DISPUTADO

Todos sabemos que Neve Campbell é icônica no papel de Sidney Prescott. Mas antes da atriz ser escolhida como a grande protagonista da franquia, outras personalidades renomadas disputaram o papel. Melissa Joan Hart (Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira) e Brittany Murphy (Grande Menina, Pequena Mulher) chegaram a fazer testes para estrelar o filme de terror. Reese Witherspoon e Tori Spelling não chegaram nessa fase, mas foram amplamente consideradas.

MONICA GELLER WHO?

Courtney Cox, eterna Mônica Geller de Friends, queria se desvincular um pouco da imagem da personagem que interpretava na sitcom. Ela teria praticamente implorado para conseguir o papel da jornalista Gale Weathers na franquia (o qual sustenta até hoje). Ela jurou que conseguiria fazer com que a atuação ficasse bem diferente do seriado de comédia. Ao Entertainment Tonight em 2016, ela disse: “Eu escrevi uma carta ao Wes, acho que eu sempre fui conhecida por ser muito fofa, e aí eu disse ‘eu consigo ser bem cretina'”.

PÂNICO | Curiosidades dos bastidores da maior franquia do terror


A NOITE MAIS LONGA DA HISTÓRIA DO TERROR

No primeiro filme, há a cena icônica de uma festa que dura mais de quarenta minutos. Ela precisou de vinte um dias para ser filmada. Os atores ficavam no set quase que 24 horas. Quando a cena completa foi finalizada, para celebrar,  a equipe fez camisetas com os dizeres "Eu sobrevivi à cena 118", que ficou popularmente conhecida como "A noite mais longa da história do terror".


WES CRAVEN NO ELENCO, SIM! 

O diretor dos quatro filmes da franquia também participou de alguns papéis. No primeiro filme, na cena em que o Ghostface quebra o vidro com a cabeça e Casey o acerta na cabeça com o telefone, quem estava interpretando o assassino naquele momento era o próprio Wes Craven, que acabou batendo a cabeça no vidro de verdade! Ele também fez outra ponta no filme, como o faxineiro da escola, uma homenagem a outro personagem do horror, Freddy Krueger. Em Pânico 3, Wes Craven aparece como um dos turistas no tour dos bastidores de Facada 3. Em Pânico 4, ele fez um legista na cena deletada em que Dewey e os outros policiais estão na casa dos Randall, vendo os corpos de Jenny e Marnie.


FINAL MISTERIOSO

Em Pânico 2 (1997), nenhum membro do elenco recebeu as últimas dez páginas do roteiro antes das filmagens finais, para não ter a mínima oportunidade de vazamento. Além disso, o script foi impresso em folhas cinzas para impedir que fosse duplicado ou xerocado e todos os atores foram obrigados a assinar cláusulas de confidencialidade para que eles não divulgassem nenhuma informação sobre o final da produção.


INFLUÊNCIA DO PÚBLICO

Era para o personagem Dewey morrer em Pânico, o roteiro já estava finalizado com esse destino. Wes Craven inclusive já havia filmado tudo, mas algo fez ele mudar completamente de ideia. Como o personagem tinha bastante carisma, ele resolveu filmar um final alternativo, com um futuro diferente para Dewey. Na mosca. Durante as exibições-teste do filme, o público gostou tanto do personagem que o diretor optou por usar o final alternativo.


NEVE CAMPBELL QUASE RECUSOU PÂNICO 5

Um novo filme Pânico não seria a mesma coisa sem Neve Campbell como Sidney Prescott e isso quase aconteceu. Isso porque a atriz estava apreensiva de continuar estrelando o papel sem o diretor Wes Craven. Foi quando ela assistiu a Casamento Sangrento que tudo mudou. 

PÂNICO | Curiosidades dos bastidores da maior franquia do terror

"Eu fiquei muito apreensiva em fazer um desses filmes sem Wes”, disse ela ao Comic Book. “Os diretores me mandaram uma carta com o convite, e lá dizia que a razão pela qual eles são diretores é pelo trabalho de Wes Craven. Então eles estão muito honrados de fazerem esse filme. […] Quando eu assisti Casamento Sangrento, que achei tão bom, pensei ‘Eles conseguem fazer isso'”.


O primeiro LIVE IS DEAD! de 2022 está entre nós & com um tema que a gente simplesmente ama: BLIND ITEMS (ou FOFOCA ÀS CEGAS, em uma tradução livre HFTV). Dá o play!