Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

O assassinato brutal que condenou ex-Power Ranger à pena de morte

Ex Power Ranger foi condenado à pena de morte por um assassinato brutal cometido em 2004. Ela foi considerado o "cérebro" dentre mais 4 envolvidos

@nicolybastos_| Publicado em 26/07/2022, às 16h50

O assassinato brutal que condenou ex-Power Ranger à pena de morte - Reprodução
O assassinato brutal que condenou ex-Power Ranger à pena de morte - Reprodução

Skylar DeLeon foi considerada culpada e condenada à pena de morte pelo assassinato de Tom e Jackie Hawks. DeLeon foi uma atriz que apareceu brevemente em Power Rangers em um pequeno papel, mas se tornou criminosa devido a problemas financeiros. Além disso, ela mudou de gênero após atuar na produção e se tornou Skylar Preciosa DeLeon - em seguida à transição com uma extensa terapia hormonal para fazê-la parecer mais feminina.

A ex-atriz chegou a fazer várias pontas em outras produções, mas viu as portas se fechando no começo dos anos 2000, quando entrou para o mundo do crime junto da esposa Jennifer Henderson.

Os assassinos de Tom e Jackie Hawks eram Skylar, sua ex-esposa Jennifer e três outros cúmplices. O crime ocorreu em 2004. Na época, o casal vítima estava vendendo seu barco a fim de comprar uma nova casa. O que aconteceu exatamente? Os envolvidos se aproximaram do casal com o iate para fazer um grande assalto.

DeLeon, sua mulher e mais três cúmplices atacaram o barco e amarraram os dois.  Ambos foram jogados ao mar amarrados e acabaram se afogando. Um dos cúmplices confessou os crimes depois que os corpos do casal Hawks não foram encontrados em nenhum lugar.O caso ainda foi apresentado em uma famosa série documental '20/20', que conta a história completa de como os assassinatos aconteceram e o que aconteceu com os criminosos que os cometeram.

Depois que as investigações do caso definiram Skylar como o cérebro da operação, ela acabou condenada à pena de morte por injeção letal. No entanto,  mas a lei da Califórnia a fez passar o resto de seus dias na prisão no corredor da morte. Sua ex-esposa, Jennifer DeLeon, também passará o resto de sua vida na prisão, mesmo não recebendo a pena de morte. Assim como dois dos cúmplices, ela foi condenada à prisão perpétua sem direito à liberdade condicional. 

Alonso Machain, quem confessou o crime, foi condenado a 20 anos por ter colaborado com as investigações. Tom e Jackie Hawks dois herdeiros, seus filhos Matt e Ryan Hawks. Ambos os filhos do casal herdaram o barco, mas tiveram que vendê-lo devido à situação financeira.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇 

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | SPOTIFY | NEWSLETTER