Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Tutela de Amanda Bynes é prorrogada até 2023 após passagem por clínica psiquiátrica

Atriz conhecida por "Ela é o Cara" está sob tutela legal desde 2014

@isafrasinelli / Publicado em 14/09/2021, às 14h35

Divulgação
Divulgação

Após uma temporada em uma clínica psiquiátrica, Amanda Bynes permanecerá sob tutela legal até janeiro de 2023. A atualização foi divulgada pelo portal The Blast, que obteve os documentos oficiais sobre o caso da atriz conhecida por sucessos dos anos 2000, como Ela é o Cara.

👉 SIGA O HFTV NO TIKTOK 👈 

A extensão da tutela de Bynes por mais dois anos acontece após a Juíza responsável pelo caso analisar um relatório elaborado pela equipe jurídica da atriz. Assim, até 2023, as decisões pessoais e profissionais de Amanda serão tomadas pelos seus pais, Lynn e Rick Bynes

Bynes está sob tutela legal desde 2014. A determinação foi tomada enquanto ela passava por uma internação em uma clínica psiquiátrica, em meio a uma série de problemas que enfrentava com a Justiça dos Estados Unidos, como prisões após ser flagrada dirigindo sob a influência de álcool.

Afastada de Hollywood há anos, Amanda vive um relacionamento de idas e vindas com o noivo Paul Michael. Os dois se conheceram em 2019 em uma clínica de reabilitação e, em março de 2020, anunciaram que estavam grávidos. Em maio do mesmo ano, o representante legal de Bynes desmentiu a gestação e afirmou que ela vinha procurando tratamento para "problemas de saúde mental em curso".

Após abandonar a carreira como atriz, a celebridade também estuda para concluir seu bachareldo no Fashion Institute of Design and Merchandising, em Los Angeles. Em dezembro de 2020, Paul revelou em entrevista ao E! que ambos estavam "indo muito bem" e planejando o futuro assim que pudessem morar juntos. Contudo, qualquer decisão sobre um possível casamento fica nas mãos dos tutores de Amanda. 

A situação de Bynes lembra o caso de Britney Spears, que recentemente teve uma atualização - depois de 13 anos, Jamie Spears finalmente concordou em abandonar a tutela da cantora