Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Ouvir K-Pop é motivo de execuções na Coreia do Norte, afirma organização

Organização de direitos humanos revela execuções no país por consumo de conteúdo de K-Pop

@isafrasinelli | Publicado em 20/12/2021, às 13h23

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte - Reprodução
Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte - Reprodução

Já se sabe que o regime autoritário de Kim Jong-un traz punições severas para quem não segue as regras impostas na Coreia do Norte. Segundo uma organização de direitos humanos, tais penalidades também estão se aplicando para quem consuma conteúdo de K-Pop, já que pessoas teriam sido executadas por este motivo. 

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

As informações foram divulgadas a partir de um relatório do grupo Transitional Justice Working Group (TJWG), o qual alega que ao menos sete pessoas foram executadas publicamente na Coreia do Norte por ouvir K-Pop. 

A origanização afirma que seis entre as sete execuções aconteceram entre os anos de 2012 e e 2014 em Hyesan, cidade próxima à fronteira com a China. As mortes teriam sido testemunhadas pela população local e pelas famílias das vítimas. 

O TJWG também informa que, na última década, 23 pessoas teriam sido executadas publicamente no país por consumirem conteúdos originais da Coreia do Sul. Vale lembrar que, recentemente, foi noticiado que um homem foi condenado à morte por contrabandear a série Round 6 no território. 


O episódio #10 já está aqui e é dedicado a um assunto que incendiou as redes sociais nas últimas semanas: o jogador de vôlei italiano que acreditou namorar a modelo brasileira Alessandra Ambrósio. O caso inspirou o bate-papo da vez e nossos anfitriões resgatam outros casos famosos de catfishing.