Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Homem invade castelo de Rainha Elizabeth com objetivo macabro

Rainha Elizabeth sofreu um verdadeiro atentado no último Natal

@nic_bastos | Publicado em 27/12/2021, às 14h40

Rainha Elizabeth no The Queen's Awards for Enterprise, no Palácio de Buckingham, em 2017 - Getty Images
Rainha Elizabeth no The Queen's Awards for Enterprise, no Palácio de Buckingham, em 2017 - Getty Images

Nem todo mundo teve um feriado feliz no último final de semana. No último sábado (25), um jovem armado invadiu o castelo de Windsor para tentar nada menos do que assassinar a rainha Elizabeth II. A invasão teria sido cometida por um jovem de 19 anos de Southampton, que não teve sua identidade confirmada.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Segundo informações da imprensa britânica, o jovem não obteve êxito ao chegar perto da rainha Elizabeth II. Ele teria escalado uma das cercas de metal que protegem a propriedade com uma corda e portava uma besta - arco e flecha usado em guerras de séculos passados. A inavsão ocorreu por volta das 8h30. 

"Felizmente o invasor foi detido e a polícia estava no local quase imediatamente, mas há um frio na barriga sobre o que poderia ter acontecido. Os vigias que monitoravam as câmeras de segurança não conseguiram acreditar no que viram quando viram o homem carregando o que parecia ser uma besta", afirmou uma fonte do Palácio ao jornal Daily Mail.

Segundo informações divulgadas pelo G1, a rainha Elizabeth II estava no local para comemorar o Natal junto ao príncipe Charles e sua esposa, Camilla, a duquesa de Cornualha. O Palácio de Buckingham não quis fazer comentários sobre o ocorrido.

Em vídeo obtido pelo jornal The Sun, o suspeito aparece dizendo que quer assassinar a rainha por vingança. Veja:

A segurança do local precisará ser reforçada já que outros cinco intrusos conseguiram entrar na propriedade em abril.


No penúltimo LIVE IS DEAD! do ano, @fernandasoares e @ademircorrea te contam tudo o que eles descobriram de novo no caso Jeffrey Epstein e Ghislaine Maxwell 👇