Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Corpo de vítima é encontrado após condenado à morte confessar horas antes da execução

David Cox foi condenado por assassinar a esposa e abusar de enteada, mas confessou outro crime antes de morrer

@nic_bastos | Publicado em 14/12/2021, às 14h19

Reprodução
Reprodução

Um crimerevelado depois de 14 anos deu o que falar nos últimos dias. David Neal Cox, sentenciado à morte por assassinar sua companheira e abusar sexualmente de sua enteada de 12 anos, acabou confessando outra atrocidadeem uma carta póstuma: o assassinato de Felicia Cox, em 2007.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

A mulher tinha apenas 40 anos na época, e havia sido vista pela última vez em julho de 2007, enquanto visitava a cunhada, Kim Kirk Cox, em Pontotoc. Kim era casada com David e também foi morta pelo mesmo, baleada em maio de 2010. Segundo um comunicado divulgado pelo Gabinete do Assessor Jurídico do Mississippi, Estados Unidos, informou que David Cox afirmou “sentir um profundo remorso e queria dar uma conclusão” aos familiares de Felicia Cox.

Antes de partir, David Cox deu instruções detalhadas sobre onde os investigadores poderiam localizar os restos mortais de Felicia Cox. Segundo o jornal britânico Daily Star, o corpo de Cox foi encontrado no local indicado pelo criminoso, com os restos mortais enterrados em uma fazenda na cidade de Flora, no estado norte-americano do Mississippi.

Peritos ainda fazem todas as checagens de DNA para descobrir se o corpo é mesmo de Felicia Cox, mas autoridades realmente acreditam que David disse a verdade.

A filha de Felicia Cox, Amber Miskelly, sem respostas há 14 anos, comemorou poder finalmente enterrar sua mãe: “Dar um enterro apropriado para a minha mãe significa muito para mim. Quero poder tê-la por perto, em um local no qual possa visitá-la”.


Novo LIVE IS DEAD! na área 💥 Desta vez, @fernandasoares e @ademircorrea conversam sobre comfort things. Dá o play!