Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Como Peter Jackson convenceu Paul e Ringo a autorizarem "The Beatles: Get Back"

Peter Jackson, diretor de obra sobre os Beatles, precisou convencer membros de que seria uma boa ideia

@nic_bastos | Publicado em 21/01/2022, às 17h54

Reprodução// Getty Images
Reprodução// Getty Images

The Beatles: Get Backé o documentário que acompanha o processo criativo de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr durante os bastidores da gravação do décimo terceiro e último álbum de estúdio lançado do grupo, o Let It Be (1970). Peter Jackson, diretor, foi o responsável por editar mais de 50 horas de material disponível e contou, em entrevista à Variety, como foi a experiência.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Jackson queria dar aos fãs uma visão verdadeira, estendida e inusitada da produção do álbum Let It Be, em vez do rápido burburinho que eles obtiveram no documentário de 1970, do diretor Michael Lindsay-Hogg. Mas um dos obstáculos era o fato de que o momento que o documentário representa, não é lá um dos mais conturbados para a banda. Por conta disso, ele precisou convencer Paul McCartney e Ringo Starde que cada minuto desse documentário vale a pena.

Em dezembro de 2017, McCartney estava na Nova Zelândia em turnê quando foi convidado nos bastidores por Peter Jackson para discutir o projeto. “Eu tinha um iPad, então entrei no camarim, apertei a mão dele e disse: 'Então, Paul, eu vi todos os outtakes de Let It Be'. Quer dizer, ele estava lá em 1969, mas não tinha visto a filmagem. E ele disse, '...sim?' E eu pude ver que havia apreensão em seu rosto", disse o produtor.

"Eu apenas disse: ‘Olha, o que você pensa que é, não é o que você pensa que é. Porque eu pensei que seria miserável, mas estou impressionado com o quão engraçado e feliz é. É completamente diferente do que imaginava.' ... Ele disse: 'Sim? Que? Sério?” E então comecei a mostrar coisas para ele em um iPad", continuou.

Assim como com Paul, Jackson foi a Los Angeles algumas vezes para mostrar o mesmo para Ringo Star. "Comecei a facilitar para eles a ideia de que a experiência de ‘Let It Be’ não era o que eles lembravam. Porque eles se lembram do filme que saiu em maio de 1970, que eles estavam no meio do rompimento. Deve ter sido um momento tão estressante".


O primeiro LIVE IS DEAD! de 2022 está entre nós & com um tema que a gente simplesmente ama: BLIND ITEMS (ou FOFOCA ÀS CEGAS, em uma tradução livre HFTV)