Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Amber Heard pressiona polícia sobre processo contra Johnny Depp; entenda

A atriz quer acesso aos detalhes de tudo que foi documentado sobre sua denúncia, em maio de 2016

@nic_bastos | Publicado em 24/09/2021, às 17h41

Divulgação
Divulgação

Mais um capítulo para a polêmica história de Johnny Depp com Amber Heard. Dessa vez, a atriz pressionou e pediu para que o Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) faça um levantamento dos registros e documentos armazenados eletronica e fisicamente, do caso envolvendo seu ex-marido. A intimação foi aprovada pelo escrivão dos tribunais do condado de Fairfax, John Frey. As informações são do portal Deadline.

👉 SIGA O HFTV NO TWITTER 👈

O solicitado pela equipe jurídica da atriz seria os documentos referentes a uma ocorrência de "distúrbio doméstico" em 21 de maio de 2016. Também há o pedido de acesso à imagens das câmeras acopladas aos uniformes dos policiais que atenderam àquele chamado. A equipe jurídica dela explicou que assim poderia verificar se os oficiais "seguiram a política, procedimentos e/ou protocolos do Departamento de Polícia de Los Angeles". Eita!

No novo processo, Amber pede que seja documentado todo o atendimento que recebeu quando denunciou a agressão física do ex-companheiro, denunciado por violência doméstica desde 2016. Depp, por sua vez, está processando a ex por difamação e entrou com uma ação contra ela no valor de US$ 50 milhões.

Uma audiência do caso está prevista para ocorrer no condado de Fairfax em 11 de abril de 2022.

Vítima?

Johnny Depp voltou a falar que é vítima da cultura do cancelamento. Desta vez, a fala do ator aconteceu durante o Festival de Cinema de San Sebastian, onde recebeu o prêmio honorário Donostia Award e fez questão de chamar atenção das pessoas para que elas "se levantarem" contra o que diz ser "injustiça".

"Pode ser visto como um evento na história pelo quanto que está durando, essa cultura do cancelamento. A pressa instantânea para julgar baseado no que é basicamente ar poluído. Está tão fora de controle que eu posso prometer a vocês: ninguém está seguro. Nenhum de vocês. Ninguém da porta para fora. Ninguém está seguro. Basta uma frase e não há mais chão, foi puxado o tapete. Não é só comigo que isso aconteceu, mas para muita gente. Aconteceu com mulheres, homens. Infelizmente, em algum momento começaram a achar que é normal. Ou que é sobre elas. Quando não é."