Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Titanic: audições com Madonna, improvisos memoráveis e outras descobertas dos bastidores do clássico

@isafrasinelli | Publicado em 26/08/2021, às 13h08

Já imaginou a Madonna como Rose DeWitt Bukater? - Reprodução
Já imaginou a Madonna como Rose DeWitt Bukater? - Reprodução

É impossível falar sobre histórias de amor e cinema sem mencionar o clássico Titanic. Lançado em 1997, o filme protagonizado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet foi aclamado antes mesmo de chegar ao público. Ao longo dos mais de 20 anos após seu lançamento, o longa continua sendo considerado um dos maiores fenômenos culturais do setor audiovisual.

Com direção de James Cameron, a produção de Titanic começou em 1996 e alguns profissionais passaram pelas audições antes do casal que conhecemos como Jack e Rose ser confirmado. Winona Ryder, Gwyneth Paltrow e até Madonna foram nomes cotados para viver a protagonista, mas a insistência de Winslet com o diretor foi o que a garantiu o papel. Já no caso do personagem de DiCaprio, também se sabe que Matthew McConaughey chegou a fazer uma audição com a protagonista para tentar estrelar o filme.

Mas, vamos combinar, não conseguimos pensar no longa sem o casal icônico vivido por Leo e Kate!

As gravações aconteceram entre duas locações principais: em Halifax, no Canadá, e na cidade de Rosarito, no México. Titanic ainda foi um dos últimos filmes da indústria cinematográfica em que foram utilizados muitos efeitos práticos e pouca computação gráfica.

Para você ter uma noção da grandiosidade do set de filmagens, a réplica do navio montada para recriar a cena do naufrágio tinha 90% do tamanho da embarcação original e ainda alcançava a altura de um prédio de 10 andares quando estava na vertical. Além disso, o orçamento do longa de 200 milhões de dólares - o que era muito dinheiro para época - também custeava os 17 mil litros de água de água utilizados por dia.

Toda a produção monumental foi refletida nos resultados épicos de Titanic após seu lançamento. O filme foi indicado a 14 categorias no Oscar e bateu vários recordes ao levar 11 estatuetas para a casa. A bilheteria, que arrecadou 19 bilhões de dólares, tornou o longa a produção mais lucrativa do cinema em 1997 - atualmente ocupando o terceiro lugar da lista, só atrás de Avatar (2009) na segunda posição e Vingadores: Ultimato (2019) na liderança.