Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

PRIDE MONTH | Filmes LGBT+ que vão alegrar seu dia!

Filmes LGBT+ que vão te acalentar nesse Pride Month!

@helograssi | Publicado em 03/06/2022, às 15h14

PRIDE MONTH | Filmes LGBT+ que vão alegrar seu dia! - Reprodução/Internet
PRIDE MONTH | Filmes LGBT+ que vão alegrar seu dia! - Reprodução/Internet

Um dos maiores clichês do cinema LGBT é o fato de que, no final do filme, da série ou da mídia, o personagem que faz parte da comunidade irá morrer. Esse padrão se repete na história do audiovisual: Jack morre em O Segredo de Brokeback Mountain, Lexa morre em The 100, e até no brasil, Leila e Rafaela morreram em Torre de Babel após se assumirem um casal.

No mês do orgulho LGBT, nós separamos uma lista mais do que especial para quem está cansado de tragédia e quer ver filmes de amor, com finais felizes e que deixem os nossos corações quentinhos no final de tudo. <3

HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO

O filme brasileiro acompanha Leo, um garoto cego, e Gabriel, o novo garoto da cidade. O filme, com uma extrema delicadeza, conta a história de amor dos dois personagens, que se conhecem no colégio. Uma ótima pedida para quem não quer saber de depressão e coisas para baixo!

PARA WONG FOO, OBRIGADA POR TUDO! JULIE NEWMAN

Apesar de não ter escalado drag queens reais para protagonizar o filme, Obrigada por tudo! É um filme divertidíssimo. Acompanhamos três drag queens (Uma delas é interpretada pelo eterno galã de Dirty Dancing, Patrick Swayze), cujo carro quebra no meio da estrada e elas precisam abalar em uma cidade pequena para continuar sua viagem.

D.E.B.S

Um grupo de adolescentes em um colégio privado são treinadas para se tornarem agentes secretas de uma organização chamada D.E.B.S. Contudo, o que acontece quando a líder Amy se apaixona pela vilã que elas precisam deter, Lucy Diamond? Divertido, leve e perfeito para quem gosta de filmes do gênero de ação.

BEAUTIFUL THING

O filme britânico acompanha Jamie, que se apaixona pelo seu colega de classe, Ste. O último estava passando por momentos sombrios em casa, até que Jamie pede para sua mãe para que eles possam abrigar Ste por algum tempo. Uma noite, o casal se beija pela primeira vez e, apesar de chocada, logo a mãe de Jamie aceita e apoia os dois.

IMAGINE EU E VOCÊ

Para quem ama as tradicionais comédias românticas, esse filme é uma ótima sugestão. Acompanhamos uma noiva, que, sem imaginar, se apaixona pela florista que sua mãe contratou para fazer os arranjos do casamento. Delicado, o filme promete arrancar algumas lágrimas de felicidade.

THE BIRDCAGE

Estrelado por Robin Williams, o filme conta a história de um casal gay que tem um filho e são donos de um clube gay focado em drag queens. Quando seu filho Val anuncia que vai se casar, o casal é forçado a colocar uma “máscara” para enganar os pais ultraconservadores da noiva. Apesar de perpetuar diversos clichês, o filme jamais deixa os estereótipos irem longe demais.

A CRIADA

O filme coreano conta a história de uma golpista que se une a um homem para que, juntos, eles possam roubar a fortuna de uma herdeira durante o período imperial coreano. O que essa golpista não poderia imaginar era que se apaixonaria pela herdeira e todo o seu mundo mudaria.

PRIDE

O filme se passa na Inglaterra sob o poder de Margaret Tatcher em 1984, e, nele, um grupo de ativistas LGBTs decide criar uma fundação para ganhar fundos para ajudar as famílias de mineiradores, que trabalhavam em condições subhumanas na época. O filme é leve, divertido, e conta uma jornada de aceitação e empatia.

TANGERINE

Duas mulheres trans em busca de vingança de um homem que as fez mal. No entanto, o filme jamais se deixa cair na morbidade, mas sim foca na diversão, na paixão e na intensidade da experiência queer em Los Angeles. O filme é frenético e foi gravado inteiramente num iPhone, super divertido.

PARIS IS BURNING

Antes de RuPaul’s Drag Race, o filme foi a principal referência da cultura pop quando o assunto eram as drag queens. Documentário, o filme mostra a realidade das drag queens e pessoas queers na frenética Nova York dos anos 1980. O filme tem altos e baixos, afinal, conta histórias reais, no entanto, é perfeito para entender um pouco mais sobre a luta e o orgulho LGBT.


A batalha judicial de Johnny Depp e Amber Heard finalmente chegou ao fim: apesar de Depp vencer o processo como um todo, o júri decidiu que, no final das contas, ambos difamaram um ao outro. Neste LIVE IS DEAD! gravado antes do veredito, Fernanda Soares e Ademir Correa discutem a conturbada relação do ex-casal. Quem está certo e quem está errado? Na era das narrativas existe, de fato, mocinhos e vilões? Dá o play!


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER