Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

Janet Jackson faz novas revelações da polêmica do SuperBowl de 2004

Em doc, Janet Jackson relembra performance com Justin Timberlake no SuperBowl de 2004

@nic_bastos | Publicado em 31/01/2022, às 17h54

Janet Jackson e Justin Timberlake em performance controversa do SuperBowl - Getty Images
Janet Jackson e Justin Timberlake em performance controversa do SuperBowl - Getty Images

Na última sexta-feira (28), Janet Jackson finalmente lançou seu documentário homônimo. A produção tem o objetivo de abraçar os momentos mais marcantes da fama de Janet e, consequentemente, um dos episódios mais emblemáticos de sua carreira: a polêmica vez em que Justin Timberlake expôs o seio da cantora, durante sua performance no Superbowl 2004.

👉 ASSINE NOSSA NEWSLETTER 👈

Sobre esse assunto, Janet Jackson acabou revelando que convesou com o cantor e que, na verdade, o aconselhou a não dizer nada sobre o ocorrido, para não prejudicar a carreira dele. Vale ressaltar que na época da polêmica do SuperBowl 2004, a cantora teve um declínio na carreira, enquanto Timberlake apenas ascendeu, 

“Conversamos uma vez e ele disse ‘Não sei se devo sair e fazer uma declaração’… E eu disse: ‘Ouça… eu não quero nenhum drama para você, eles estão mirando tudo isso em mim.’ Então eu disse: ‘Se eu fosse você, não diria nada’”, pontuou, em conversa com o irmão Randy.

Em recente entrevista à Allure, Janet Jackson chegou a relembrar o momento do SuperBowl e afirmou que mesmo mais de 15 anos depois, ainda é difícil falar sobre essa época.

Janet também fez um desabafo sobre as acusações contra o irmão.Michael Jackson foi o centro de diversas acusações de abuso sexual contra crianças e adolescentes antes de falecer. Ela afirma que isso ainda a persegue e que há "muito escrutínio" em volta do seu sobrenome. "Culpada por tabela. Acho que é assim que falam, não é?". 

O documentário visa em contar a história da artista "através de suas próprias palavras", além de marcar os 40 anos do lançamento de seu primeiro álbum. “Sem pedra sobre pedra, Janet Jackson levanta a tampa de sua vida privada pela primeira vez e revela os momentos mais íntimos da estrela já capturados pela câmera", diz a sinopse da produção.


LIVE IS DEAD! está de volta e com gostinho de true crime. Fernanda Soares e Ademir Correa destrincham o estranho assassinato de Christy Giles & Hilda Marcela, encontradas mortas em Los Angeles no final de 2021.