Hollywood Forever TV
Twitter Hollywood Forever TVYoutube Hollywood Forever TVInstagram Hollywood Forever TV

10 filmes incríveis que fracassaram nas bilheterias

Confira os maiores fracassos da história do cinema

@vitoriacarolineaa Publicado em 10/06/2022, às 20h00

Confira os maiores flops da história do cinema - Crédito: Reprodução
Confira os maiores flops da história do cinema - Crédito: Reprodução

Todo mundo sabe que produzir um filme é algo extremamente caro. Porém, muita das vezes, os produtores nem sempre se planejam bem e algumas produções lançadas no cinema acabam sendo mal sucedidas junto ao público, gerando grandes fracassos nas bilheterias. 

A seguir, você confere 10 fracassos das telonas reunidos pelo HFTV que redefiniram o conceito de flopar, e até mesmo acabaram falindo seus estúdios:

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE (1971)

Reprodução
Reprodução

Com críticas muito positivas, ‘A Fantástica Fábrica de Chocolate’ foi considerada o melhor filme do gênero infantil desde ‘O Mágico de Oz’, mas a bilheteria foi fraca. Para se ter uma ideia, o filme quase nem alcançou o orçamento estimado em 3 bilhões de dólares, com apenas um milhão de lucro em cima disso tudo. Apesar desses números muito baixos na sala de cinema, o status de clássico da obra veio só com o passar do tempo, nos anos 80, com muitas vendas de vhs e o relançamento nos cinemas em 96 no aniversário de 25 anos. O filme alcançou uma relevância absurda sendo referência em ‘Simpsons’, além de virar  inspiração para várias produções do gênero. Graças ao sucesso em 2005, o longa ganhou outra versão que teve certa popularidade, mas não alcançou o mesmo feito.


 UM SONHO DE LIBERDADE (1994)

Reprodução

Outro grande fracasso de bilheteria foi 'Um Sonho de Liberdade', a adaptação cinematográfica do livro de Stephen King, foi um dos casos de prejuízos mais conhecidos do cinema. Após dez semanas em cartaz nos Estados Unidos, o longa faturou apenas 16 milhões de dólares. A Warner tinha gastado a bagatela de 25 milhões resultando num prejuízo histórico para o estúdio, isso aconteceu por vários motivos, por exemplo o título original não era nada chamativo, era ‘The Shawshank Redemption’ e a concorrência entre filmes como ‘Pulp fiction’ e ‘Forrest Gump’. Mas, a redenção veio com as críticas muito positivas e também com as sete indicações ao Oscar que impulsionaram o relançamento da produção nos cinemas em 95, isso compensou o prejuízo com o público e atualmente um sonho de liberdade é o filme mais bem avaliado do MDB.


CLUBE DA LUTA (1999)

Reprodução

Um filme que explode a mente dos cinéfilos há 20 anos é o ‘Clube da Luta’, o filme chegou aos cinemas em 99, e o diretor David Fincher esperava marcar de vez o seu nome com a obra, depois de chamar muita atenção no cinema fazendo ‘Seven', mas ele não contava com a rejeição da Fox que aparentemente odiou o longa quando assistiu e tinha certeza que seria flopado. Então, eles fizeram uma campanha de marketing vendendo um filme de ação muito diferente do que realmente era o filme, isso certamente deu errado e não atingiu o público alvo esperado. A produção custou 63 milhões de dólares, mas ela faturou apenas 37 milhões nos EUA e no Canadá, sendo um pouco melhor no resto do mundo. O status atual acabou vindo mesmo depois de se lançar em dvd e vhs, o que passou a gerar um lucro de 10% do estúdio.


ENTRE DOIS MUNDOS (2012)

Reprodução

Considerado um fiasco ‘Entre Dois Mundos’, foi inspirado no livro de 1912 e desde então vários estúdios tentaram levar a trama para as telonas,  inclusive a própria Disney chegou a comprar os direitos da obra nos anos 80. Com Tom Cruise no papel principal, esse projeto não foi para frente porque o diretor achou impossível recriar os cenários fantásticos das páginas com a tecnologia que ele tinha na época. Depois de passar um tempo com a Paramount, a Disney adquiriu o personagem em 2007 e decidiu apostar forte nesta ideia, tanto que foram aplicados cerca de 350 milhões de dólares. Porém, as bilheterias não acompanharam todo esse investimento e o título arrecadou na casa de 280 milhões de dólares. E o desempenho fraquíssimo enterrou os planos da empresa que tinha ideia de fazer uma trilogia com John Carter.


O CAVALEIRO SOLITÁRIO (2013)

Reprodução

A produção de ‘Cavaleiro Solitário’ também fez a Disney gastar muita grana. O longa era uma aposta no estúdio por ser um remake de um personagem icônico da cultura pop americana. E, a grande estrela ainda por cima, era Johnny Depp, que estava em alta na época, por causa de sucessos como ’Piratas do Caribe’ e ‘Alice No País das Maravilhas’. Por tudo isso, a Disney decidiu investir cerca de 250 milhões de dólares no orçamento do filme e ainda gastaram outros 150 milhões com publicidade, só que os resultados passaram longe das projeções dos executivos e o longa faturou apenas 260 milhões de dólares em bilheteria, acumulando um prejuízo de 200 milhões de dólares. Apesar da recepção ruim, o filme teve duas indicações ao Oscar nas categorias de efeitos visuais e maquiagem.


REI ARTHUR - A LENDA DA ESPADA (2017)

Reprodução

Em ‘Rei Arthur, a Lenda Da Espada', o diretor Guy Ritchie tentou dar uma recauchutada no ponto do escolhido que levanta a scalibor, mas ele só conseguiu realmente levantar a dívida do estúdio. A Warner Bros. já queria fazer uma nova adaptação do Rei Lendário para as telonas há bastante tempo, tanto que tiveram projetos anteriores até com o nome do Bryan Singer no meio, mas foi o diretor de 'Sherlock Holmes' que conseguiu o sinal verde do estúdio e recebeu uma injeção de 175 milhões de dólares para fazer essa produção, e nem mesmo o desempenho negativo das exibições testes com o público e a data de estreia adiada tirou a confiança do estúdio que investiu mais 135 milhões em marketing. Além disso, a expectativa por bons resultados era tanta que já existiam alguns planos para uma sequência de seis filmes com os personagens, só que a aventura não caiu nas graças do público e arrecadou apenas 148 milhões de dólares, acumulando uma perda de aproximadamente 160 milhões para os executivos.


MÁQUINAS MORTAIS (2018)

Reprodução

Filmes com futuros distópicos costumam fazer muito sucesso entre o público, porém ‘Máquinas Mortais’ fugiu totalmente dessa regra e foi um verdadeiro fiasco. Com bons efeitos especiais e uma estética steampunk, a fantasia acabou pecando pelo roteiro sem emoção e que não agrega muito aos personagens, e obviamente essa qualidade abaixo da média se refletiu diretamente nas bilheterias que tiveram  um rendimento discreto, acumulando apenas 83 milhões de dólares. Como gastaram quase 150 milhões apenas na produção, o resultado final teve um déficit de aproximadamente 180 milhões de dólares, se tornando um dos maiores flops da história do cinema.


O 13º GUERREIRO (1999)

Reprodução

Como uma trama que mistura lendas, batalhas vikings e o talento de Antônio Banderas, o ‘13º guerreiro’ tinha tudo para ser um grande sucesso das bilheterias, só que não foi não. Os problemas começaram a surgir após a primeira exibição teste do filme, quando o público não reagiu bem, achando a história bastante confusa. Para resolver isso, o longa passou por refilmagens e precisou ser remontado, o que elevou os gastos da produção de 85 milhões para 110 milhões de dólares, levando em conta o tempo de edição e regravação. Mas, as coisas ficaram piores quando o filme flopou de maneira monstruosa nas bilheterias, arrecadando apenas 61 milhões. Levando em consideração os custos do marketing, o longa pode ter dado um prejuízo próximo a 190 milhões de dólares para os seus realizadores.


A ILHA DA GARGANTA CORTADA (1995)

Reprodução

Já  ‘A Ilha Da Garganta Cortada' teve tantos problemas de produção, que seria até um milagre que o filme tivesse ganhado algum dinheiro. A trama era uma grande aposta da Carolco Crown Pictures que estava tentando evitar a falência, já que a empresa estava cheia de dívidas. Mas, a confiança era alta, afinal, Michael Douglas tinha topado um papel na história, só que o astro começou a causar tanto, que ele por si só, acabou abandonando o projeto. A partir daí, começaram as buscas por um novo ator, que quando acharam veio outro problema. Oliver Reed, foi demitido após entrar numa treta e mostrar suas partes íntimas para a atriz principal e nesse meio tempo o roteiro precisou ser escrito várias vezes e algumas cenas foram refilmadas, o que fez o orçamento do longa saltar de 60 para 98 milhões de dólares.


SINBAD, A LENDA DOS SETE MARES (2003)

Reprodução

Parece que filmes no alto mar tem grande chances de afundar o barco e a Dreamworks sentiu isso na pele ao lançar em 2013, ‘Sinbad, a Lenda Dos Sete Mares’ e para garantir o sucesso desta animação o estúdio investiu pesado e contratou um elenco estrelado por grandes nomes como Brad Pitt, Catherine Zeta-Jones e Michelle Pfeiffer. Mas nem mesmo essas estrelas de Hollywood salvaram o longa que naufragou nas bilheterias conquistando apenas, 80 milhões de dólares. E como muita grana foi gasta com produção de marketing, as perdas ficaram próximas de 104 milhões.


HFTV NAS REDES SOCIAIS 👇

YOUTUBE | INSTAGRAM | TWITTER | FACEBOOK | PODCAST | NEWSLETTER